Conteúdo publicado há 1 mês

Jogador de pôquer a dono de pousada, ex-galã Java Mayam acumula profissões

Java Mayam, 43, trocou a atuação e a fama de galã pela administração da pousada da família na Barra de Guaratiba (RJ).

Quem é ele?

Java começou a trabalhar em novelas aos 17 anos, em "Corpo Dourado" (1998), da Globo. Ele fez sucesso como João em "Malhação", entre 2005 e 2007.

Na Globo, o artista ainda fez participações nas novelas "Caminho das índias" (2012) e "Alto Astral" (2014). Sua última aparição na TV foi uma participação na série "Os Dias Eram Assim", em 2017.

Antes de administrar a pousada, ele também foi jogador de pôquer. Em entrevista ao Extra em 2010, contou que chegou a lucrar R$ 32 mil em um mês. "Era só por diversão, nunca profissionalmente. Ganhei algum dinheiro, nada demais. Hoje não jogo, a energia do jogo não me preenche mais. É um esporte lindo, mas que não faz mais parte do que eu busco pra mim", disse ao gshow ano passado.

Java diz que a mudança de carreira aconteceu naturalmente. "Para ser sincero, nunca pensei em ser ator. Comecei a fazer teatro de brincadeira, eu me divertia. De repente, o universo me jogou na TV e fiquei por 20 anos trabalhando. Da mesma forma que eu entrei, fui parando, e a vida continua maravilhosa do mesmo jeito. Quando vi, eu nem pensava mais em trabalhar como ator", contou em entrevista ao jornal O Globo.

Já tem bastante tempo que eu me dedico a esse negócio. Levo uma vida muito saudável, leve. Estou com o meu irmão e o meu pai. Eu moro aqui, é bem em frente à praia. Java Mayam

O artista mantém a amizade com o também ex-galã Daniel Erthal, 41, que viralizou recentemente ao mostrar o trabalho como ambulante.

Recentemente, ele se reaproximou do mundo da arte a convite do amigo e ator Álamo Facó. Java participou da escrita do roteiro para o espetáculo "Caminho de Volta: A Outra História do Rio de Janeiro".

Continua após a publicidade