Conteúdo publicado há 2 meses

Drake Bell revela motivo para expor abusos sexuais nos bastidores de série

Drake Bell deu um dos depoimentos mais impactantes sobre os abusos sexuais que sofreu na época em que era estrela do canal Nickelodeon. Agora, o ator explicou que um dos principais motivos para falar do assunto foi para ajudar a tirar a culpa que seu pai sentia.

O que aconteceu

No documentário 'Quiet on Set: The Dark Side Of Kids TV', o ator explicou que seu pai já desconfiava da proximidade de Brian Peck do filho, na época com 15 anos. Porém, quando Joe Bell expressou sua preocupação, a produção citava que Drake seria "condenado ao ostracismo".

Com o tempo, o patriarca acabou sendo afastado da gestão da carreira do filho. Em entrevista ao podcast "The Sarah Fraser Show", Drake Bell explicou que decidiu expor tudo que viveu para ajudar o pai a entender que ele não teve culpa do que aconteceu.

Ao lado do ator Josh Peck, Drake Bell virou uma das grandes estrelas teen do canal Nickelodeon
Ao lado do ator Josh Peck, Drake Bell virou uma das grandes estrelas teen do canal Nickelodeon Imagem: Getty Images

Tenho certeza de que meu pai se culpa muito. E pensei que esta poderia ser uma oportunidade para ele perceber que, você sabe, a culpa é de uma [única] pessoa, Drake Bell.

Revisitar os traumas do passado só foi possível pelo acolhimento que o ator sentiu de uma das diretoras do projeto, Emma Schwartz. Anteriormente, Drake foi convidado para outra produção do tipo, mas o processo o deixou ainda mais sensível ao assunto.

Outro documentário lançado anos atrás pedia minha participação e, quando recusei, a resposta que recebi foi inacreditável. Eles disseram que, pessoas como eu eram o problema, e é por isso que as coisas não vão mudar na indústria, porque pessoas como eu não falam abertamente e não se manifestam, Drake Bell.

O ator ainda disse que entrou na reabilitação logo após a entrevista, e isso o ajudou a aceitar coisas que "não havia enfrentado de frente" ou que eram "muito dolorosas" devido ao trauma.

Mesmo que eu estivesse lutando com [o pensamento de:] 'Ai, meu Deus, o que estou fazendo contando minha história? Eu deveria estar fazendo isso?' [Mas eu estava tendo essa sensação de] 'Uau, está tudo aí agora. Posso tirar isso do meu peito.' E achei também que isso seria catártico e benéfico para meu pai poder fazer.

Continua após a publicidade

Documentário expõe bastidores

Em 'Quiet on Set: The Dark Side Of Kids TV', Drake Bell revelou todos os abusos que sofreu do preparador de diálogos, Brian Peck. As agressões sexuais começaram em 2000, quando ele tinha 15 anos e integrava o elenco da série 'O Show de Amanda'.

Peck tornou-se empresário de Bell e o acompanhava em todos os testes de atuação. Devido à distância da casa da mãe de Drake, por vezes o rapaz dormia na casa de Peck. "Eu estava no sofá onde costumava dormir e acordei com ele... e ele estava me agredindo sexualmente. Eu congelei em choque total", revelou o ator.

E ficou pior, e pior, e pior, e pior, e eu fiquei preso. Eu não tinha saída. O abuso foi extenso e ficou bastante brutal, Drake Bell.

Em 2004, Brian Peck foi acusado de praticar ato obsceno e sexo oral com adolescente de 14 ou 15 anos. O preparador não contestou a acusação e foi sentenciado a 16 meses de prisão e registrado como agressor sexual. Na época, o nome de Bell como vítima não foi divulgado.

Deixe seu comentário

Só para assinantes