Conteúdo publicado há 2 meses

Justiça determina cancelamento de show de Gusttavo Lima na Bahia

A Justiça determinou a anulação de um show do cantor de Gusttavo Lima em Campo Alegre de Lourdes, na Bahia. A decisão acontece após uma ação civil pública movida pelo Ministério Público estadual.

O que aconteceu

O show estava agendado para o próximo dia 9 de fevereiro, e seria em comemoração a padroeira do município. A ação foi protocolada pelos promotores de Justiça Thays Rabelo, Patrícia Camilo Silva e Raimundo Moinhos.

Na decisão, o juiz Vanderley Andrade de Lacerda afirma que o dinheiro destinado ao sertanejo representaria um gasto superior ao do orçamento de toda a Secretaria Municipal de Cultura. O cachê de Gusttavo para o show estava estipulado em R$ 1,3 milhões.

O contrato foi assinado em 31 de outubro de 2023, dias depois de um estado de emergência ser decretado na região. Na ocasião, a prefeitura disse que a estiagem estava gerando graves prejuízos, principalmente na pecuária e agricultura.

Verifico que o alto custo da realização do show "Gusttavo Lima" é desastroso diante da capacidade financeira e orçamentária do município, que encontra-se em declarada situação de calamidade pública, recebendo verbas para investimento na cultura em quase quatro vezes inferior ao valor pago a banda.
Decisão judicial

A assessoria do cantor afirmou seguirá a determinação judicial e que "o contrato celebrado com o município de Campo Alegre de Lourdes (BA) seguiu os mandamentos legais e que preza pela legalidade das contratações". A reportagem também tenta contato com a prefeitura, mas sem sucesso até o momento.

Outro lado: Gusttavo Lima

A Balada Eventos, empresa que representa o artista Gusttavo Lima, por intermédio de seu advogado Cláudio Bessas, informa que irá cumprir a determinação da justiça. Ressalta que o contrato celebrado com o município de Campo Alegre de Lourdes (BA) seguiu os mandamentos legais e que preza pela legalidade das contratações.

Deixe seu comentário

Só para assinantes