Conteúdo publicado há 2 meses

Dalla Vecchia relembra casamento em que foi vítima de violência doméstica

O ator Carmo Dalla Vecchia contou que demorou muito para aceitar a sua sexualidade e que teve muitas namoradas e relembrou casamento em que foi vítima de violência doméstica, em entrevista para o podcast Theorapia, do ator Theodoro Cochrane.

Nunca transou com uma mulher: "Eu tinha muitas namoradas e eu me relacionava muito bem com elas. Apesar de nunca ter feito sexo com elas. Tinha uma delas que era a coisa mais incrível do mundo, a gente a gente se relacionava toda noite. Eu gozava, ela gozava, mas eu nunca cheguei nos finalmentes".

Pensou ser bissexual: "Eu já me vi em situações de fazer novela ou de ter cenas que quando eu vi eu estava, ops, né... Acontece, a máquina funciona, mas talvez eu acho que pelo preconceito que eu tenha sofrido mais rápido, eu precisei escolher... Mas a princípio eu acho que eu não tinha essa grande tragédia na minha vida, porque eu tive namoradas que foram muito legais na minha história, foram muito bacanas, foram envolvimentos histórias bonitos.

Violência doméstica: "Eu tive um casamento que era uma pessoa muito ciumenta e foi um dos meus primeiros casamentos. No começo eu achava engraçado. Até receber o primeiro tapa. Aí não foi muito engraçado. Aí eu disse, opa, o buraco é mais embaixo. A partir daí, eu nunca mais na minha vida permiti que existisse relacionamento em que houvesse ciúmes perto de mim. Terminou de uma maneira muito violenta. Saindo de casa sem saber que eu ia sair naquela dia e nunca mais voltando após uma briga muito pesada, violenta fisicamente".

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora