Mulheres na música: WME celebra o protagonismo feminino

As mulheres estão tomando cada vez mais espaços que, antes, eram consagrados pelos homens. Um desses cenários é o mundo da música, onde a maioria dos trabalhadores ainda é masculina. Para mudar essa realidade, o Women's Music Event (WME) trabalha para gerar cada vez mais equidade na indústria.

A 7ª edição do WME Awards, que premia mulheres da música brasileira, acontece no próximo dia 14 de dezembro, às 21h, em São Paulo, e será transmitida ao vivo por Splash UOL.

Criado por Claudia Assef e Monique Dardenne, o WME é uma plataforma de música, negócios e tecnologia criada para aumentar o protagonismo feminino no cenário musical. No entanto, a organização conta também com o prêmio, um festival e o selo IGUAL, que chancela iniciativas do mercado que tem, pelo menos, 50% de mulheres, pessoas não binárias e trans.

"Esta é uma forma da gente pressionar o mercado para atuar com um olhar mais atento para equidade no âmbito profissional", conta Assef em entrevista exclusiva a Splash.

No final do dia, o nosso desejo é que as mulheres sejam mais conhecidas como profissionais e atinjam a independência financeira. Esse é o grande empoderamento, isso é realmente libertador.

A criadora do WME acredita que a falta de dinheiro ainda é o que diferencia as mulheres no cenário musical. "Muitas vezes, a artista já chegou a lançar um disco, tem música rolando, tem shows marcados. Mas ela não se considera uma profissional, porque ainda não consegue pagar os boletos."

"A gente quer é que o mercado enxergue as mulheres com a importância que elas têm, com a excelência que elas têm e que remunerem tão bem quanto os homens", explica.

Selo IGUAL

A Splash, Claudia Assef explica como o selo IGUAL trabalha com iniciativas que interseccionam com a música. "Ele tem dois anos já de atuação e tem, por exemplo, o Primavera Sound, que conseguiu selo por conta do line-up. A gente tem também a Rádio Nova Brasil."

"Temos agência de assessoria de imprensa, como a Agência lema e o ECAD", exemplifica.

Continua após a publicidade

São todas as entidades que trabalham com música e que estão atuando fortemente para contratar mulheres, pessoas não binárias e trans nas suas equipes e nos seus eventos.

Técnicas

Para o próximo, a criadora diz esperar focar mais na presença feminina nas áreas técnicas, não apenas no line up de shows.

"A gente vai atuar bastante o ano que vem como consultoras. Queremos levar para os festivais a possibilidade de contratar mulheres que estejam desde o início de carreira para elas se informarem, e ganharem experiência."

Assef explica que posições como monitor de PA, rodie, light designer e direção técnica são majoritariamente masculinas, mas não precisam ser.

Elas precisam de 'horas de voo'. Elas aguentam o tranco, só é preciso dar chance.

Continua após a publicidade

WME Awards - onde assistir e horário da premiação

Data e horário: 14 de dezembro, a partir de 21h.

Para acompanhar a transmissão ao vivo do WME Awards Powered By Billboard BR, basta acessar a Home do UOL, o YouTube, o TikTok ou o Twitter de Splash UOL no dia 14 de dezembro, a partir das 21h.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes