Conteúdo publicado há 2 meses

Alexandre Pires: irmão fala em julgamento preconceituoso após investigação

Fernando Pires, 49, falou em "julgamento preconceituoso", nesta terça-feira (5), no Instagram. A publicação foi feita horas após a divulgação de que o irmão, o cantor Alexandre Pires, e o empresário, Matheus Possebon, são investigados por suspeita de envolvimento com o garimpo ilegal.

"A pessoa vê a capa e acha que leu o livro. Cuidado, pois o julgamento preconceituoso pode lhe privar da verdade", publicou o músico, nos Stories da rede social.

O que aconteceu

Alexandre Pires e o empresário, Matheus Possebon, são investigados pela Polícia Federal por envolvimento com o garimpo ilegal em terras indígenas. Endereços ligados ao artista e ao agente foram alvo de buscas na segunda-feira (4) na Operação Disco de Ouro.

De acordo com a PF, o cantor teria recebido pelo menos R$ 1 milhão de uma mineradora investigada. Já o empresário é suspeito de financiar o garimpo na Terra Indígena Yanomami. O agente seria um dos "responsáveis pelo núcleo financeiro dos crimes".

A investigação começou depois que a Polícia apreendeu, em janeiro de 2022, quase 30 toneladas de cassiterita - principal minério de estanho - extraída ilegalmente na sede de uma das empresas suspeitas. O carregamento em questão seria enviado ao exterior.

Procurada pela reportagem de Splash, a assessoria de imprensa de Alexandre Pires não retornou até o momento. Se o fizer, o texto será atualizado.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes