PUBLICIDADE
Topo

Kevin Spacey é condenado a pagar R$ 160 mi à produtora de 'House of Cards'

Kevin Spacey em cena de "House of Cards", da Netflix - Reprodução
Kevin Spacey em cena de "House of Cards", da Netflix Imagem: Reprodução

Colaboração para Splash

04/08/2022 19h27

O ator Kevin Spacey, de 63 anos, foi condenado a pagar US$ 31 milhões - mais de R$ 161 milhões, na cotação atual - à produtora MCR, responsável pela série "House of Cards", que ele estrelou entre 2013 e 2017 e fez sucesso no catálogo da Netflix.

De acordo com a revista Variety, o valor será desembolsado em caráter indenizatório. O juiz do Tribunal Superior de Los Angeles, Mel Red Recana, entendeu que o ator causou prejuízo à empresa em meio ao escândalo sexual que o tirou da atração e levou ao seu cancelamento precoce.

Em sua decisão, Recana confirmou a sentença que já havia sido expedida em primeira instância por outro magistrado, em outubro de 2020, a qual condenava Spacey ao pagamento de US$ 29,5 milhões em danos à MCR, além de outro R$ 1,5 milhão em taxas e custos processuais.

Kevin Spacey foi demitido do elenco de "House of Cards" em novembro de 2017, depois que vários colegas de produção da série o acusaram de assediá-los e agredi-los sexualmente.

Entre os autores das denúncias, estava um assistente de produção que acusou o ator de apalpá-lo sem seu consentimento.