PUBLICIDADE
Topo

'Black Mirror': após três anos, série ganhará nova temporada, diz site

A 5ª temporada de Black Mirror foi lançada em 2019 - Divulgação/Coleção Everett
A 5ª temporada de Black Mirror foi lançada em 2019 Imagem: Divulgação/Coleção Everett

Colaboração para Splash, em São Paulo

16/05/2022 11h36

Já se passaram quase três anos desde que a 5ª temporada de "Black Mirror" estreou na Netflix em junho de 2019, mas fontes disseram a Variety que uma nova temporada está em andamento.

Ainda conforme a Variety, os detalhes sobre as histórias estão sendo mantidos em segredo, porém a nova temporada terá mais episódios do que a 5ª, composta apenas por apenas três episódios, estrelada por Andrew Scott, Anthony Mackie, Yahya Abdul-Mateen II, Topher Grace e Miley. Ciro.

A última temporada tem um projeto ainda mais cinematográfico, com cada episódio sendo tratado como um filme individual. A nova temporada de "Black Mirror" é a primeira a surgir desde que o criador Charlie Brooker e sua parceira criativa Annabel Jones deixaram sua produtora House of Tomorrow, apoiada pelo Endemol Shine Group, em janeiro de 2020.

Quando Brooker e Jones deixaram House of Tomorrow, no entanto, os direitos de "Black Mirror" ficaram com a controladora Endemol Shine Group, que acabou sendo adquirida pelo Banijay Group no verão de 2020. Esse acordo efetivamente impediu Brooker e Jones de produzir mais temporadas para a Netflix até que um acordo foi fechado com Banijay, e os fãs temiam que esse seria o fim da série.

O próprio Brooker lançou dúvidas sobre o futuro de "Black Mirror" há dois anos, dizendo à revista Radio Times do Reino Unido no auge da pandemia que: "No momento, não teria estômago para histórias sobre sociedades desmoronando, então eu não estou trabalhando em um desses episódios. Estou meio ansioso, então tenho escrito roteiros para me fazer rir."

Evidentemente, um acordo foi finalmente alcançado, e a Banijay Rights - o braço de distribuição da empresa que detém o formato e os direitos de "Black Mirror" - licenciou a série para a Netflix.

A Netflix e a Banijay Rights ainda não se pronunciaram sobre o assunto.