PUBLICIDADE
Topo

Milton Nascimento teme nova ditadura: 'Outra dessa o país não aguenta'

Milton Nascimento durante show no Rio em 2019 - Roberto Filho/Brazil News
Milton Nascimento durante show no Rio em 2019 Imagem: Roberto Filho/Brazil News

De Splash, em São Paulo

15/05/2022 10h00

Após anunciar que vai deixar os palcos, Milton Nascimento relembrou em entrevista ao jornal O Globo sobre o período da ditadura militar, em que ele era seguido pelo regime.

Em meio a polarização política e o aumento de simpatizantes da extrema direita, o cantor e compositor fez um alerta sobre o que viveu:

Se os jovens soubessem o que é uma ditadura, não iam querer. Só espero que não aconteça mais. Outra dessa o país não aguenta. Milton Nascimento

Prestes a completar 80 anos, Milton Nascimento anunciou sua turnê de despedida, intitulada A Última Sessão de Música.

Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte já têm datas confirmadas: 5 e 6 de agosto na Jeunesse Arena, 26 e 27 de agosto no Espaço Unimed, antigo Espaço das Américas, e 13 de novembro no Mineirão.

Antes, em 11 de junho, a Cidade das Artes, no Rio de Janeiro, receberá uma pré-estreia do show com apenas 400 pessoas na plateia e convidados. Os ingressos começarão a ser vendidos na próxima quarta-feira, dia 18.

Apesar de essa ser a última oportunidade do público para assistir Milton Nascimento ao vivo, os fãs não precisam se preocupar com aposentadoria,

"De shows, eu quero parar. Mas quero continuar compondo e cantando. Não vou deixar de mexer com música", garante o Bituca.

Milton, que junto com Lô Borges teve na semana passada seu "Clube da Esquina" escolhido como o melhor álbum brasileiro de todos os tempos, comentou o feito.

"Não dá nem para falar da alegria que eu estou sentindo. Melhor de todos os tempos eu não pensei. Mas que é bom, é."

A turnê de despedida também servirá como uma celebração aos 60 anos de carreira de um dos mais influentes artista do Brasil.

"Nós nunca ficamos totalmente realizados na vida. Mas não penso em nada que eu não fiz e que gostaria de ter feito", finaliza.