PUBLICIDADE
Topo

Candidatos da 'Batalha de Humoristas' passam pelo detector de mentiras

Colaboração para Splash, do UOL

21/11/2021 04h00

Quem nunca ouviu uma história que, de tão mirabolante, até parecia mentira? Na quarta seletiva para as semifinais da "Batalha de Humoristas", o quadro do "OtaLab" que vai premiar um novo comediante com um espaço na programação do UOL, o desafio era contar o "causo" mais engraçado possível.

Otaviano Costa explicou as regras da disputa: "contar uma verdade que parece mentira ou uma mentira verdadeira". O nome da prova? Detector de mentiras.

A capixaba Raíza Noah abriu o coração ao contar a triste história do dia em que ela comeu uma sopa de milho verde e foi para a rodoviária.

Comi, fui pegar o ônibus e começou uma Segunda Guerra Mundial na minha barriga. Parecia um Fla-Flu.

A história não terminou bem para Raíza. Humilhante demais para ser mentira, mas certamente mais engraçada que a história do concorrente, o comediante de stand-up Deivison Anysio. A auto-exposição conquistou o coração do jurado Marcos Castro.

Merdas me emocionam. O cocô ganhou.

Agora, Raíza vai encarar Pérola Canuto na próxima fase da "Batalha". A outra semifinal será entre Gui Albuquerque e Thiago Cardoso.

Você pode assistir a toda a programação do Canal UOL aqui.