PUBLICIDADE
Topo

Luiz é o 18º eliminado do 'MasterChef' após salmão enjoativo

Luiz foi o 18º eliminado do MasterChef Brasil após prova do salmão - Reprodução/Band
Luiz foi o 18º eliminado do MasterChef Brasil após prova do salmão Imagem: Reprodução/Band

Colaboração para Splash, em Pernambuco

10/11/2021 00h49Atualizada em 10/11/2021 00h50

O analisa financeiro Luiz Horta foi o 18º eliminado do "MasterChef Brasil", em sua 8ª temporada avaliando cozinheiros amadores.

Ele disputou até o final com Tiago e Kelyn em uma prova onde dois pratos deviam ser feitos com salmão. Jacquin deixou claro que os três foram "decepções" na prova, por terem faltado a criatividade.

O jurado chegou a dizer que teve vontade de mandar os três embora, antes de anunciar a eliminação do carioca.

Ele se emocionou ao falar sobre tudo que aprendeu no programa até o top 8 e agradeceu aos elogios dos chefs.

Antes de ir embora, ele declarou torcida para seu grande amigo no programa, Heitor.

Confira o que aconteceu no episódio de hoje de "MasterChef Brasil":

spoiler - Arte UOL - Arte UOL
Alerta de Spoiler Splash
Imagem: Arte UOL

Em uma das mais bagunçadas e nervosas provas da temporada, os participantes deveriam fazer um serviço de jantar completo, com entrada, prato principal e sobremesa, em uma cozinha profissional de alta gastronomia em um hotel de São Paulo.

Pela primeira vez, todos cozinharam juntos, porém divididos em praças. Tiago, vencedor da prova da última semana, foi o responsável por definir as praças, que assim ficaram:

  • Entrada: Tiago e Isabella
  • Principal: Helena, Heitor e Luiz
  • Sobremesa: Daphne, Eduardo e Kelyn

Capitaneados por Tiago, eles escolheram fazer pratos que homenageassem a música brasileira e lembrassem ritmos como samba, bossa nova, funk e forró.

Durante a execução, todos os participantes se atrapalharam, por não haver uma comunicação exata e uma harmonia. Fogaça chegou a ameaçar pegar o avental e assumir as "rédeas" ao ver que, faltando 10 minutos, não havia nada pronto ainda.

De entrada, os participantes serviram um consumê de parma com vieira como entrada, que foi bastante elogiada pelos convidados (Maria Rita e Maestro João Carlos Martins) e pelos chefs.

O prato principal foi uma lagosta no caldo de moqueca, ovas e chips de banana da terra, que recebeu elogios principalmente pelo ponto de cozimento da lagosta, mas levemente criticado pelo molho.

A sobremesa, por ser focada no forró, foi um bolo de coco e castanhas e sorvete de maracujá e suspiro, também elogiado pela acidez e pelo contraste.

De uma forma geral, os chefs elogiaram o menu, mas destacaram que o trabalho foi bagunçado e faltou, de uma forma geral, uma melhor harmonia. Fogaça declarou que Tiago não foi o melhor capitão e, por parecer uma "barata tonta", isso acabou prejudicando toda a equipe.

Os vencedores da prova

De acordo com os chefs, Isabella foi a pessoa que melhor trabalhou na prova, pela postura e pela comida. Além dela, Helena também foi salva por ter feito uma prova mais coerente, mais pé no chão e mais firme.

As duas, de acordo com os chefs, foram as únicas dignas de serem salvas e subiram para o mezanino. Todos os outros foram, direto, para a prova de eliminação.

Prova de eliminação

A prova que decidiu o destino dos outros 6 participantes envolvia salmão e, cada um, deveria preparar dois pratos com o ingrediente: um com salmão cru e outro com salmão cozido. Eles deveriam, ainda, limpar o salmão.

Os participantes se atrapalharam desde o começo da prova, quando precisavam limpar e cortar o salmão. Heitor e Eduardo chegaram até mesmo a cortar o dedo durante o processo e precisaram cozinhar com um band-aid.

Avaliações

Kelyn foi a primeira a apresentar, apostando em um tartar de salmão com tempurá de folha de cenoura e um salmão unilateral com wasabi e purê de batatá. Ela teve o tempurá elogiado, mas criticada por um excesso de gordura no prato e um tartar sem "criatividade".

Daphne fez um salmão curado e vinagrete de maçã e um salmão defumado com pele crocante. A ex-Masterchef Kids recebeu elogios pelo prato, considerado "bonito" e "clean" e um avanço quanto as últimas semanas. O prato também foi considerado saboroso, ainda que tenha passado do ponto.

Luiz também apostou em um tartar de salmão, com maionese e chips de batata doce e salmão assado com creme de ervilhas e batatas douradas. O participante recebeu críticas quanto a proporção do prato, considerado estranho, além de um tartar mal cortado e sem acidez. Os chefs falaram que o "salmão o engoliu".

Eduardo apresentou um salmão marinado com avocado, pimenta e cebola roxa de entrada e, de prato principal, um salmão com creme de espinafre. Fogaça criticou a apresentação do ex-MasterChef Kids, mas considerou o prato bem trabalhado e o salmão no ponto ótimo.

Heitor escolheu um ceviche com suco de laranja e manga de entrada. De prato principal, ele escolheu um salmão em baixa cocção com vagem. O prato dele foi elogiado pela suculência do salmão e pela criatividade, mas criticado no purê que fez de acompanhamento. O ceviche dele também foi elogiado pelo tempero.

Último a entregar, Tiago também apostou em um tartar de salmão curado e salmão unilateral. Ele foi um dos mais criticados, com um molho muito ácido e dois salmões crus e fora do ponto esperado pelo chef.

No geral, todos os pratos deixaram a desejar para os chefs, mas Daphne e Heitor foram considerados os melhores e subiram para o mezanino, com Daphne sendo considerada a vencedora da prova.

Eduardo foi chamado atenção por falta de um pouco de personalidade, mas também foi salvo e subiu ao mezanino com um prato considerado intermediário.

Luiz foi considerado o pior e deixou o programa.