PUBLICIDADE
Topo

Polícia encontra cabo em hélice do avião de Marília Mendonça

De Splash, em São Paulo

08/11/2021 21h52Atualizada em 09/11/2021 14h11

A Polícia Civil de Minas Gerais encontrou um cabo enrolado em uma das hélices do avião que caiu e matou a cantora Marília Mendonça na sexta-feira (5). Nesta terça-feira, Splash teve acesso a uma imagem que mostra isso.

Segundo o delegado Ivan Sales, ainda não é possível dizer se esse é o cabo de transmissão de energia elétrica com o qual a aeronave teria colidido, e só será possível afirmar com o laudo da perícia.

A Cemig (Companhia Energética de Minas Gerais) informou na sexta-feira que o avião que vitimou Marília e mais quatro pessoas atingiu o cabo de uma torre de distribuição elétrica antes de cair em uma cachoeira em Caratinga (MG), a 309 km de Belo Horizonte. A colisão deixou cerca de 33 mil pessoas sem energia naquele dia.

Hoje, os motores da aeronave foram removidos e encaminhados para o Rio de Janeiro, onde serão analisados pelas equipes do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos). Ainda não há prazo para a conclusão do procedimento.

Além da cantora Marília Mendonça, estavam no avião Abiceli Silveira Dias Filho, tio dela; Henrique Bonfim Ribeiro, produtor da cantora; Tarciso Pessoa Viana, copiloto do avião; e Geraldo Martins de Medeiros, piloto. Todos morreram. O avião havia decolado de Goiânia com destino a Caratinga (MG), cidade em que Marília faria um show. A aeronave estava a apenas 2 quilômetros do aeroporto onde iria pousar quando caiu.

Segundo apurou Splash, o avião se aproximou do aeroporto pelo setor oeste, quando o indicado seria pelo setor sul. Além disso, para se chocar com os fios da torre, ele teria de estar voando abaixo da altitude indicada.