PUBLICIDADE
Topo

Viih Tube relembra rejeição no 'BBB' em livro: 'Traumas vieram à tona'

Viih Tube: trecho de seu novo livro relata reação após rejeição no "BBB" - Reprodução/Instagram
Viih Tube: trecho de seu novo livro relata reação após rejeição no 'BBB' Imagem: Reprodução/Instagram

Daniel Palomares

De Splash, em São Paulo

02/11/2021 04h00

Viih Tube foi uma das principais personagens do "BBB 21", dando o que falar com suas táticas controversas para sobreviver ao jogo e acabando eliminada com nada menos do que 96% dos votos.

Obtido com exclusividade para Splash, trecho de seu novo livro, "Cancelada", disponível para venda a partir do início de novembro, relembra a sensação da youtuber ao tomar conhecimento de sua rejeição no paredão, o que acabou até a inspirando na hora de escolher o título de sua obra.

Noventa e seis por cento de rejeição. Você consegue imaginar como se sentiria ao saber que foi eliminado de um reality show com essa porcentagem de votos do público? Vou te contar como eu me senti. Naquele momento, um arrepio passou pelo meu corpo todo, como um vento gelado, enquanto eu sentia meu coração disparar e minha visão embaralhar. E eu lá, tentando pelo menos sorrir, numa transmissão ao vivo para todo o Brasil. Uma sensação deliciosa — só que não. Todos os meus traumas, medos e fantasmas vieram à tona em frações de segundo, e eu só pensava numa palavra, não por acaso o título deste livro: 'Cancelada'.

Viih Tube, no capítulo 3 de "Cancelada"

Acostumada a lidar com o sentimento de rejeição, desde que viveu situações como o infame episódio no qual cuspiu na boca de um gato, Viih Tube se viu no mesmo lugar de julgamento, sendo alvo de críticas quando deixou o programa.

"Não sei se posso chamar isso de sorte, mas eu já conhecia muito bem a sensação, e isso me ajudou a enfrentar tudo que vivi naquele momento. Às vezes me pego pensando nas pessoas que entraram no programa sem a vivência que eu já tinha com a exposição, com a falta de privacidade e, principalmente, com o cancelamento. Se foi difícil para mim, pode ter sido ainda mais confuso para quem chegou agora a esse universo, diretamente do anonimato", pondera no livro.

Por mais irônico que pareça, foi ali, num programa em que o mais importante era conquistar a simpatia do público, que eu consegui parar de ligar para o que os outros pensariam de mim. É claro que eu me preocupava um pouco com a possibilidade de (mais um!) cancelamento e pensava nos efeitos que uma repercussão negativa da minha participação no programa poderia ter na minha carreira e na minha vida.

A verdadeira Viih

No livro, Viih Tube defende que o "BBB" se tornou o lugar no qual ela conseguiu mostrar sua versão mais fiel de si própria, com qualidades e defeitos. Uma chance de não ter mais que fingir para agradar aos outros.

Encarei aquela experiência como uma oportunidade de fazer as pessoas finalmente me conhecerem e tirarem suas próprias conclusões. Era como dizer ao mundo: 'Pronto, essa sou eu'. Se gostassem, ótimo. Se não gostassem, paciência. Pelo menos eu não precisaria mais pisar em ovos e calcular todos os meus passos e palavras. E foi exatamente o que aconteceu.

Viih Tube em "Cancelada"

"Talvez você não entenda a importância dessa minha decisão, mas, para uma pessoa que passou a vida inteira se sentindo reprimida, com medo de errar, de ser malvista e atacada, foi como tirar um peso enorme das costas. Sim, eu saí do programa cancelada, mas com a sensação de que não devia nada a ninguém, sem medo de mostrar quem sou. Fui cancelada por ser uma pessoa comum, que erra e acerta, igualzinha a todo mundo que me assistia e me julgava do conforto e da privacidade do próprio sofá. Isso me traz muita tranquilidade", pondera.

Agora que todo mundo já me conhece, sinto que nunca mais terei medo de ser eu mesma. O país inteiro já me viu sendo grosseira, impaciente, chorona, estrategista, manipuladora... E eu te garanto que isso não é ruim. Pelo contrário: agora eu não tenho mais nada a esconder, e o medo da opinião alheia nunca mais vai me atormentar

O livro ainda fala das outras experiências da atriz e youtuber diante de ofensas e até agressões que recebeu ao longo de sua trajetória, questionando a efetividade ou não da tão falada "cultura do cancelamento".