PUBLICIDADE
Topo

Irmã de Britney Spears diz que família a pressionou a abortar filho aos 16

Jamie Lynn Spears, irmã da cantora Britney Spears - Reprodução/Instagram
Jamie Lynn Spears, irmã da cantora Britney Spears Imagem: Reprodução/Instagram

Colaboração para Splash, em São Paulo

22/10/2021 08h07

Jamie Lynn Spears, a irmã de Britney Spears, revelou, no livro que está lançando, "Things I Should Have Said", que seus pais a pressionaram para realizar um aborto quando engravidou aos 16 anos. As informações são do site norte-americano "TMZ".

Jamie ficou grávida em 2007, não realizou o aborto, e deu à luz Maddie Briann, que hoje tem 13 anos de idade.

"(...) Vieram ao meu quarto tentando me convencer de que ter um bebê neste momento da minha vida era uma ideia terrível ... 'Isso vai matar sua carreira. Você é muito jovem. Você não sabe o que está fazendo. Existem pílulas que você pode tomar. Podemos ajudá-la a cuidar desse problema. Eu conheço um médico'. Todos ao meu redor só queriam fazer com que esse problema desaparecesse. Todos estavam certos de que o aborto seria o melhor caminho", disse ela em uma passagem do livro.

Ela ainda contou que, ao negar o aborto, teve o seu telefone confiscado pela família. Por conta disso, ela não pode contar para a irmã Britney que estava grávida. "Eu precisava dela mais do que nunca e ela não foi capaz de me ajudar no meu momento mais vulnerável... Até hoje, sinto a dor de não poder ter contado à minha irmã".

Ainda segundo o "TMZ", Jamie conta, no livro, sobre a relação conturbada com seu pai, Jamie Spears. A ex-estrela mirim revelou que o patriarca chegou a sugerir que ela doasse a filha.