PUBLICIDADE
Topo

Multa de R$ 100 mil e casais ocultos: o que 'Casamento às Cegas' não exibiu

Ana Arraes e Bruno Brych formaram um casal e não foram para a "lua de mel" de "Casamento às Cegas" - Reprodução/Instagram
Ana Arraes e Bruno Brych formaram um casal e não foram para a 'lua de mel' de 'Casamento às Cegas' Imagem: Reprodução/Instagram

Lucas Pasin

De Splash, no Rio

16/10/2021 04h00

No ar na Netflix desde o dia 6 de outubro, "Casamento às Cegas Brasil" se prepara para desvendar os mistérios finais e entregar quais casais realmente subiram ao altar após a experiência no reality. Os últimos episódios serão lançados na próxima quarta-feira (20), mas Splash — após conversar com pessoas envolvidas no programa, que preferiram não se identificar — antecipa situações que certamente não serão reveladas na temporada.

O principal mistério nos bastidores é o motivo para que outros cinco casais, que também se apaixonaram, gravaram o tão esperado encontro e fizeram o pedido de casamento, não tenham suas histórias exibidas e nem a chance de ir para a "lua de mel". O que se fala é em uma "escolha editorial" por casais que poderiam gerar mais engajamento com o público.

Os casais não "aprovados" são: Anna Arraes e Bruno Brych, Pamella Sousa e Gustavo Mester, Ana Gaudêncio e Alexis Martinho, Aline Moraes e Diego Pasquini, e Priscila Pitman e Victor Varella.

Os participantes do reality, no entanto, já sabiam que corriam o risco de não terem suas histórias contadas quando assinaram o contrato. O que ficou sem resposta foram os critérios da produção para definirem quais histórias deveriam ou não ter sequência no programa. Eles gravaram o "encontro" com seus parceiros e voltaram para o hotel em que estavam confinados. Apenas os aprovados seguiram para a "lua de mel".

Nas redes sociais, alguns dos participantes reprovados fizeram questão de deixar claro que também tinham encontrado seu par. Aline Moraes, por exemplo, postou uma foto ao lado de Diego Pasquini, entregando o romance vivido. "Não sabemos o porquê da nossa história, assim como muitas outras, não serem mostradas", escreveu.

Em uma página de fãs do programa, Alexis Martinho respondeu uma pergunta nos comentários, mostrando indignação por ter sido cortado da edição. Ao ser questionado o motivo de não ter sua história contada, ele escreveu: "Está aí uma pergunta que eu também gostaria de resposta. Vocês iriam amar a nossa história".

Alexis Martinho comenta publicação sobre 'Casamento às Cegas Brasil' - Reprodução/Instagram  - Reprodução/Instagram
Alexis Martinho comenta publicação sobre 'Casamento às Cegas Brasil'
Imagem: Reprodução/Instagram

As postagens não repercutiram bem na produção do reality. Splash apurou que, assim que os participantes começaram a dar pistas do que não será exibido, levaram uma bronca, e foram lembrados de um "pequeno" detalhe: eles assinaram um termo de confidencialidade. "A multa é de R$ 100 mil e ainda podem cobrar prejuízos que julgarem ter", entrega um participante.

Verba reduzida e relação com os apresentadores:

Durante o programa, cenas de jantares, aulas de dança e festas foram mostradas. Esses momentos normalmente surgiam como "ideias" dos próprios participantes para aproximar um pouco mais de seu par e testar a química antes do casamento. Toda essa criatividade foi bancada pela produção do reality, no entanto, um pedido especial foi feito: não gastar valores absurdos nos eventos. Nada de esbanjar.

Por falar em valores, Splash também apurou que os participantes recebiam cachês por "fases do programa". Todos receberam pelas cabines e esperavam continuar para também ganhar pela "lua de mel". Apenas dez seguiram no reality.

Klebber Toledo e Camila Queiroz 'brincaram' de casal em encontro às cegas; atores apresentam reality na Netflix - Reprodução/Instagram - Reprodução/Instagram
Klebber Toledo e Camila Queiroz apresentam reality na Netflix
Imagem: Reprodução/Instagram

Outro momento pouco mostrado por "Casamento às Cegas Brasil" foi a relação dos apresentadores, Camila Queiroz e Klebber Toledo, com os participantes. Apesar de aparecerem com discursos bastante "ensaiados", o casal de atores realmente se envolveu e trocou bastante com os participantes longe das câmeras.

"Eles tinham preocupação com cada casal que foi se formando, se animavam, interagiam. Foram muito fofos com cada um e vibravam com as cenas gravadas", disse uma participante.

Procurada por Splash, a Netflix disse que não iria comentar os bastidores apresentados nesta reportagem. O espaço segue em aberto.

Nos dois últimos episódios, que vão ao ar no dia 20 de outubro, os casais Rodrigo Vaisemberg e Dayanne Feitoza, Nanda Terra e Thiago Rocha, Carol Macedo e Hudson Mendes, Ana Prado e Shayan, e Luana Braga e Lissio Fiod terão seus desfechos revelados.