PUBLICIDADE
Topo

MC Kevin era referência e fazia 'funk motivacional', diz Pedro Antunes

De Splash, em São Paulo

17/05/2021 13h18

O colunista Pedro Antunes comentou no "Splash Show" de hoje sobre a carreira de MC Kevin, o funkeiro que morreu aos 23 anos após cair do quinto andar do hotel em que estava hospedado no Rio de Janeiro.

Ele era um dos grandes nomes desse funk paulistano, que caminhava para um lugar diferente. Ele deixava todo o lance de ostentação para trás, e começava a ser um funk motivacional. Isso era muito interessante a respeito do Kevin."
Pedro Antunes no 'Splash Show'

O colunista ainda comentou que viu tuítes de fãs dizendo que "gostavam mais de Kevin quando ele não se envolvia em polêmicas e lançava músicas boas", rebatendo que o artista nunca deixou de fazer boas canções.

"A questão é que ele é uma cria desse ambiente de fama da internet. Qualquer guri de 17, 18 anos também vai fazer isso. A diferença é que ele tinha alcance de Instagram de 10 milhões de pessoas", disse.

Para Pedro, MC Kevin fará falta principalmente como uma "inspiração" para o seu público jovem.

Ele trazia essa linguagem de um outro funk, que é melódico, que é consciente. Trocando uma ideia com a molecada, com quem é mais novo que ele, de 15, 16 anos, a respeito de como melhorar sua própria vida, sabe? Não ostentar, ou falar só de romance, relações amorosas, mas de como construir uma vida boa."
Pedro Antunes no 'Splash Show'