PUBLICIDADE
Topo

J Balvin incentiva vacinação ao lembrar da covid: 'Não sintam o que senti'

J Balvin teve covid-19 no ano passado e incentiva vacinação contra a doença - Divulgação
J Balvin teve covid-19 no ano passado e incentiva vacinação contra a doença Imagem: Divulgação

De Splash, em São Paulo

10/05/2021 09h01Atualizada em 10/05/2021 09h01

O cantor J Balvin alertou os fãs sobre os riscos da covid-19 e incentivou a vacinação das pessoas contra a doença ao participar do evento "Vax Live: The Concert to Reunite the World", que tem o príncipe Harry na liderança por cobrar vacinação para todos os países do mundo.

O parceiro musical de Anitta lembrou que teve covid-19 em meados de agosto do ano passado e como pediu aos jovens para levarem a doença a sério.

Já tive covid antes. Quase me matou. Não queremos que as pessoas sintam o que eu senti.

Após se recuperar, o cantor fez um desabafo nas redes sociais contando como contraiu a doença e seus efeitos.

Perdi o olfato, senti falta de ar, perdi o paladar. É desesperador pensar que dentro de ti está um dos maiores pesadelos das pessoas atualmente. Fiquei bem mal. Sou muito ativo nas redes sociais e entendo quem tenha que sair para trabalhar, mas vejo muita gente privilegiada na faixa de 15 a 40 anos que se acha imortal, que acham que nada vai acontecer, que é só uma gripe.

No evento que reúne personalidades e reivindica vacinação igualitária entre os países, Balvin disse que poucas pessoas são vacinadas na América do Sul.

Quero que as pessoas saibam realmente que precisam vacinar para si mesmas, para os outros, para o mundo.

J Balvin cantou "Otra Noche Sin Ti" e "Tu Veneno".