PUBLICIDADE
Topo

Viola Davis é a atriz negra mais indicada ao Oscar; número ainda é baixo

Viola Davis em "A voz suprema do blues" - Divulgação
Viola Davis em 'A voz suprema do blues' Imagem: Divulgação

De Sllash, em São Paulo

15/03/2021 13h03Atualizada em 15/03/2021 13h20

A atriz Viola Davis entrou para a história do cinema ao se tornar a atriz negra mais indicada ao Oscar, a maior premiação do setor.

Com o nome na lista de concorrentes de Melhor Atriz com o papel de Ma Rainey em "A Voz Suprema dos Blues", ela recebeu a quarta indicação geral da carreira na premiação — se isolando no posto, antes disputado com a amiga Octavia Spencer, com três indicações.

Viola ainda quebrou o próprio recorde: ela é a única mulher negra que recebeu duas indicações para Melhor Atriz.

Em 2012, ela concorreu na mesma categoria com "Histórias Cruzadas". Viola já venceu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2017 com "Fences".

Viola Davis - Getty Images - Getty Images
Viola Davis no Oscar 2017
Imagem: Getty Images

Apesar dos recordes, a quebra traz reflexões para o baixo número de atrizes negras indicadas e vencedoras, uma nítida expressão do racismo.

Viola superou a própria marca em "Melhor Atriz" com o número de duas indicações apenas.

A última mulher negra a vencer nesta categoria foi em 2002 com Halley Berry. E foi a única também na história de 93 anos da premiação.

Em comparação, Meryl Streep, que é branca, já recebeu 21 indicações na mesma categoria — esta que foi vencida apenas uma vez por uma mulher negra.

"Se eu, voltando ao Oscar quatro vezes em 2021, me tornar a atriz negra mais indicada da história, isso é uma prova da absoluta falta de material disponível para artistas negros", disse Viola à Variety.

Viola comemorou a indicação nas redes sociais. "Absolutamente emocionada! Parabéns a todos da equipe. Merecemos", escreveu.

O ator Chadwick Boseman recebeu uma indicação póstuma pelo trabalho no mesmo filme que Viola Davis, mas na categoria de Melhor Ator.