PUBLICIDADE
Topo

O que é diss? Composições sobre tretas artísticas viraram gênero musical

Baco Exu do Blues
Baco Exu do Blues
Vulgo Jr. / Divulgação

Guilherme Lucio da Rocha

De Splash, em São Paulo

26/02/2021 11h00

De tempos e tempos, artistas do mundo da música ficam trocando ofensas através dos seus trabalhos - direta ou indiretamente.

Sabe aquele shade no colega de trabalho por puro ódio? Então, no mundo da música isso é até meio normal. Já rolou até entre os Beatles, com John Lennon falando mal do Paul McCartney em "How Do You Sleep?".

Continua depois da publicidade

Se você esteve fora da internet, talvez não saiba que ontem (25), o cantor Froid publicou a prévia de uma diss que ele fez ao rapper Baco Exu do Blues. O tema esteve entre os mais comentados do Twitter.

Mas o que seria uma diss?

Diss é a abreviatura da palavra em inglês disrespect (desrespeito, em tradução livre) e é a palavra resume as tretas musicais.

Geralmente, a palavra vem acompanhada do termo track - diss track (ou música de desrespeito, em tradução literal). Esse termo ficou famoso com o rap dos anos 1990, uma espécie de "era de ouro" do ritmo nos Estados Unidos.

Continua depois da publicidade

Por lá, a divisão entre West e East Coast (costa Oeste e Leste, respectivamente) era forte no final do século passado e os artistas de lados rivais costumavam se atacar nas letras. Um dos exemplos mais conhecidos é o de 2Pac e Notorious B.I.G..

As trocas de ofensas entre os dois se tornaram clássicas.

Tudo começou quando 2Pac sofreu um atentado a tiros. Três meses depois do episódio, Notorious escreveu a canção "Who Shot Ya?" (Quem Atirou Em Você, em tradução literal). Alguns dizem que a música foi uma indireta, outros dizem que não.

Continua depois da publicidade

O que é certeza é que Pac acreditou que a indireta foi pra ele e retribuiu a diss com "Hit 'em Up" (Dar Uma Surra Neles, em tradução literal). Mas aí não teve indireta, foi direto e reto mesmo.

Biggie, lembra quando eu deixava você dormir no sofá?
Trecho da música "Hit 'Em Up"

Aquela cultura que cresceu nos anos 1990 ficou tão marcada que acabou virando um gênero dentro do próprio rap, com artistas fazendo sequências de músicas ofensivas uns para os outros. Outra clássica foi entre Eminem e Mariah Carey.

Se você já ouviu "Obsessed" por aí, saiba que é uma indireta (ou seria direta?) para o rapper.

Continua depois da publicidade

Voltemos ao Brasil e a história de Baco e Froid. A cultura da diss track chegou ao Brasil mais recentemente. Baco pode se dizer um "expoente" no gênero.

Uma das suas primeiras músicas de sucesso foi "Sulicídio", onde ele ataca boa parte dos rappers do eixo Sul e Sudeste. As ofensas foram tão pesadas que Baco se diz arrependido de ter escrito a canção - em parceria com Diomedes Chinaski.

Dessa vez, Baco publicou a prévia de uma música onde provocava e ofendia o rapper brasiliense Froid. Horas depois, Froid respondeu com a prévia de uma música atacando o cantor baiano. Pronto, a troca de diss track estava feita.