PUBLICIDADE
Topo

The Boys: Garth Ennis, criador da HQ, não se surpreendeu com mudanças na TV

Garth Ennis, autor de 'The Boys', em painel na CCXP Worlds
Garth Ennis, autor de 'The Boys', em painel na CCXP Worlds
Rreprodução

Beatriz Amendola

De Splash, em São Paulo

05/12/2020 16h07Atualizada em 05/12/2020 17h55

Garth Ennis, autor de "The Boys", história em quadrinhos que se tornou uma série de sucesso no Amazon Prime Video, comentou hoje na CCXP Worlds sobre as mudanças que a história passou na adaptação para as telinhas.

E acredite: na entrevista, conduzida pelo nosso colunista Roberto Sadovski, Ennis disse que não ficou surpreso com as escolhas do showrunner Eric Kripke.

Continua depois da publicidade

Pouca coisa realmente me surpreendeu. Muito do que aconteceu fazia sentido pra mim. Havia a necessidade de tornar o material mais comercial, com mais personagens americanos do que escoceses.

Ele disse entender que, em uma série de TV, há muito mais profissionais envolvidos. "Eu seria louco de achar que ela não mudaria, na verdade. O que me surpreende mais é o fato de a história ter se tornado uma série".

Cena da segunda temporada de 'The Boys' - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Ennis está envolvido na série?

Na verdade, não. Ele explicou que deixou Kripke ver os roteiros de "Dear Becky", uma minissérie que fez sobre o relacionamento de Billy Bruto e sua mulher, Becca —mas ficou por aí mesmo.

A série é a série e os quadrinhos são os quadrinhos. Estou feliz de deixar um inspirar o outro.

Continua depois da publicidade

E por enquanto ele não pensa em escrever mais nada no universo de "The Boys". "Não tenho mais ideias, e gostaria de deixar as coisas como estão. Mas quem sabe?".

Cena da segunda temporada de 'The Boys' - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O sucesso de 'The Boys'

Já renovada para sua terceira temporada, a série se tornou um grande hit no Amazon Prime Video. E, para Ennis, ela chegou no momento certo, em que o grande público já estava bem familiarizado com os heróis da Marvel e da DC nos cinemas.

O momento foi perfeito. Agora que vocês já estão acostumados com os super-heróis, vamos pensar como eles seriam na vida real. Você nunca vê a pessoa que tem superpoderes e pensa: como eu posso usar isso para mim? Do que eu consigo me safar?

Falando em heróis preocupados com o próprio umbigo...

Ele aproveitou para deixar um elogio para Antony Starr, o Capitão Pátria: "A atuação dele é fantástica". (E a gente deixa aqui a nossa entrevista com os atores Karl Urban e Laz Alonso sobre o tema).

Continua depois da publicidade

Para terminar...

O escritor também refletiu sobre o fato de as adaptações tornarem os quadrinhos ainda mais conhecidos.

As vendas de 'The Boys' têm sido ótimas. A HQ não vai a nenhum lugar. Se as adaptações levam as pessoas às lojas de quadrinhos, é uma coisa boa.