PUBLICIDADE
Topo

Chico Barney

OPINIÃO

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Quem sabe faz ao vivo: Luciano Huck deveria parar de gravar o Domingão

Luciano Huck apresentando o Domingão ao vivo: gostamos - Reprodução/Globoplay
Luciano Huck apresentando o Domingão ao vivo: gostamos Imagem: Reprodução/Globoplay
só para assinantes
Chico Barney

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002

Colunista do UOL

04/07/2022 13h20

O bordão "quem sabe faz ao vivo" foi popularizado pelo antecessor de Luciano Huck no comando do Domingão, o glorioso Fausto Silva. Faz referência aos artistas que dispensam o uso do playback em suas apresentações, mas também pode servir para a programação televisiva.

Pois o episódio de ontem trouxe a grande final da Dança dos Famosos. Para celebrar o importante evento, resolveram fazer a transmissão ao vivo. E o programa ganhou uma outra energia.

Sem o subterfúgio da sala da edição, é ainda mais divertido reunir várias celebridades para participar de emocionantes competições, com espaço para brincadeiras e os inevitáveis comentários a respeito dos rumos da sociedade.

Fica aquele clima tenso no ar, com o caos sempre prestes a dobrar a esquina. Nem chegou a acontecer nada muito fora do comum no Domingão desta semana, mas as possibilidades estavam todas lá.

Além dessa sensação de patinar em gelo fino, também é louvável a participação do maior interessado, o público telespectador. Fez bastante diferença o voto popular na formação do pódio da Dança dos Famosos —e algo me diz que os finalistas teriam sido outros caso a audiência tivesse sido convidada a opinar sempre.

Luciano Huck deveria aposentar as edições gravadas e investir cada vez mais no Domingão como um programa de auditório ao vivo. A performance dele e dos convidados ontem demonstra que é um caminho luminoso a ser percorrido.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.