PUBLICIDADE
Topo

Organização apoiará 12 empreendedores negros da gastronomia com R$ 30 mil

Os selecionados receberão R$ 30 mil, além de assessoria e suporte técnico para o fortalecimento do negócio, e terão nove meses para desenvolver seu trabalho - iStock/Getty Images
Os selecionados receberão R$ 30 mil, além de assessoria e suporte técnico para o fortalecimento do negócio, e terão nove meses para desenvolver seu trabalho Imagem: iStock/Getty Images

De Nossa

17/01/2022 12h58

O Fundo Baobá para Equidade Racial prorrogou até 27 de janeiro as inscrições para o seu edital "Negros, Negócios e Alimentação" que apoiará os estabelecimentos e/ou projetos de 12 empreendedores negros da área de gastronomia da região metropolitana de Recife, em Pernambuco.

Os selecionados receberão R$ 30 mil, além de assessoria e suporte técnico para o fortalecimento do negócio, e terão nove meses para desenvolver seu trabalho e apresentar os resultados do apoio financeiro em seu empreendimento.

Para se qualificar para o apoio do Fundo Baobá, o empresário deve gerenciar Iniciativas voltadas para a alimentação de consumo imediato, como restaurantes, lanchonetes, confeitarias, food trucks e barracas de comida de rua há pelo menos dois anos.

Além disso, os empreendedores precisam ter 18 anos mais, com CNPJ aberto em 2019 ou em período anterior, e ter seu comércio sediado em Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda Paulista, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Abreu de Lima, Ipojuca, São Lourenço da Mata, Igarassu, Moreno, Itapissuma, Ilha de Itamaracá ou Araçoiaba.

Propostas apresentadas por mulheres negras cis ou trans, negócios situados em Recife, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista, Cabo de Santo Agostinho e Camaragibe — dado que estas cidades concentram 90% dos negócios deste setor — e empreendedores que nunca foram apoiados pelo Fundo Baobá antes terão prioridade na seleção.

A iniciativa tem o objetivo de minimizar o impacto da crise econômica e da pandemia de covid-19 em negócios liderados por negros na região.