PUBLICIDADE
Topo

Latam elimina check-in antes de voos e amplia atendimento remoto

Latam anunciou novos serviços digitais para os passageiros de voos domésticos no Brasil - REUTERS/Rodrigo Garrido
Latam anunciou novos serviços digitais para os passageiros de voos domésticos no Brasil Imagem: REUTERS/Rodrigo Garrido

De Nossa

10/02/2021 13h33

A Latam Brasil decidiu acabar com a necessidade de check-in para os voos domésticos. Agora os passageiros vão contar com o check-in automático e uma série de novos serviços que, segundo a companhia, querem tornar a "experiência mais simples e fácil aos passageiros".

O fim da necessidade do check-in presencial ou online é a grande novidade. Com o check-in automático, o cliente já recebe no momento da compra um cartão de embarque virtual que é atualizado com todas as informações para seu embarque.

"Criamos um ecossistema inovador para que todos os detalhes de um voo sejam definidos e informados de forma simples e ágil, e o cliente possa assim desfrutar de sua viagem sem se preocupar nem mesmo com o check-in", afirma Paulo Miranda, vice-presidente de Clientes do Grupo LATAM Airlines.

Além do check-in automático, os novos serviços digitais incluem "notificações personalizadas" (o cliente recebe notificações sobre a sua viagem por WhatsApp, SMS ou e-mail), "meu perfil" (plataforma com as preferências do passageiro integrada com a sua conta Latam Pass) e "Latam Wallet".

Este último ainda não está no ar, mas funcionará como uma carteira virtual que permite gravar suas preferências de pagamento e personalizar sua viagem em menos tempo.

Outra aposta da empresa é aumentar os dispositivos para que os próprios clientes façam o despacho e a etiquetagem de suas bagagens em aeroportos no Brasil, o chamado "self bag drop". Hoje, a Latam já tem totens de autoatendimento para que o próprio passageiro etiquete e despache sua bagagem em quatro aeroportos do país: Guarulhos, Brasília, Galeão e Salvador.

Atendimento remoto no check-in

Além desses novos serviços, no início do mês a Latam ampliou o atendimento remoto no check-in para os aeroportos de Cuiabá (MT), Curitiba (PR) e Navegantes (SC).

O formato já está disponível nos aeroportos do Rio de Janeiro (Santos Dumont), São Paulo (Congonhas), Vitória e Florianópolis.

Pelo modelo, o funcionário da companhia que atende os clientes no check-in não está no guichê presencialmente, mas sim, realizando o processo de forma totalmente remota de qualquer cidade do Brasil, interagindo com os passageiros por meio de um sistema de videoconferência.