PUBLICIDADE
Topo

Casa "bunker" com 2280 m² subterrâneos é criada para vida pós-apocalipse

Underground House Plan B oferece luxo e segurança com a possibilidade de abrigar até três famílias nos 2280 m² interiores - Divulgação
Underground House Plan B oferece luxo e segurança com a possibilidade de abrigar até três famílias nos 2280 m² interiores
Imagem: Divulgação

Gustavo Frank

De Nossa

18/07/2020 04h00

A pandemia do coronavírus está fazendo com que a arquitetura repense em estratégias para construções criativas, bonitas e que se adaptem às "surpresas desagradáveis". Foi a partir desse pressuposto que o estúdio do arquiteto ucraniano Serhii Makno projetou uma casa subterrânea que oferece luxo e segurança.

À vista na superfície, são "apenas" 170 m² de construção. Mas a surpresa está debaixo da terra: a residência tem 2280 m², distribuídos em 15 metros de profundidade.

Sala central do Underground  - Divulgação  - Divulgação
Decoração do projeto privilegia cores neutras, como o cinza na parede e os móveis beges, e plantas
Imagem: Divulgação

A Underground House Plan B, como foi nomeada pelos artistas responsáveis, pelo lado de fora lembra um museu de arte moderna ou até mesmo uma base militar. A estrutura de concreto é equipada ainda com três entradas e um heliporto no telhado.

"Tentamos criar uma forma simples e concisa, que em toda a sua perspectiva falaria em confiabilidade", relata Serhii Makno na descrição do projeto. "Mas algo que também fosse esteticamente atraente e não intimidasse".

Concreto - Underground - Divulgação  - Divulgação
Exterior da casa feito de concreto do ponto de vista da superfície
Imagem: Divulgação

Como funciona a segurança da casa?

Underground - Segurança - Divulgação - Divulgação
O projeto tem diversos equipamentos para garantir a segurança e o conforto em situações extremas
Imagem: Divulgação

O projeto conta com quatro camadas dentro do solo: um espaço de convivência, um piso com gerador para de tratamento da água, outro com os equipamentos elétricos e um poço.

As três saídas possuem um "anel" de evacuação resistente ao fogo e pode ser acessado por qualquer um dos andares citados acima e até mesmo em qualquer um dos cômodos da área de convivência, desde o banheiro até a academia.

A escada principal, em forma espiral, e o elevador criam o caminho do exterior ao interior, bem como a dois lances de escadas em espiral para funcionários e cargas de estoque — a fim de que os fluxos sejam distribuídos e não interfiram entre si.

Além disso, todos os sistemas de funcionamento da casa são autônomos. Abastecimento de água, esgoto, sistema fechado de ventilação com recuperação, captação e purificação do ar.

"Aconteça o que acontecer na superfície da Terra, a vida no Plan B continuará", diz Serhii.

O concreto usado para a construção é "indestrutível", conta o arquiteto, com força e custo ideal para a proteção. As portas automáticas também podem ser acionadas manualmente, caso seja necessário.

Autossuficiente

Você pode estar pensando: em um cenário apocalíptico, como eles irão alimentar-se? Para isso, os arquitetos criaram uma piscina para criar peixes e um jardim equipado para cultivar legumes e frutas.

Horta - Underground - Divulgação  - Divulgação
Horta criada para o cultivo de legumes e frutas
Imagem: Divulgação

Peixes - Underground 2 - Divulgação - Divulgação
Piscina para a criação dos peixes para consumo dentro da casa
Imagem: Divulgação

Foi construída também uma sala separada para possíveis atendimentos médicos, com um isolador e uma área fechada para armazenar estoques de medicamentos.

"A segurança vem em primeiro lugar. Minha prioridade era garantir sono confortável, temperatura, comida de qualidade, água e ar. O resto é apenas para conforto", diz o engenheiro-chefe do estúdio, Olha Sobchyshyna.

Contato com o mundo exterior

Além dessas prioridades, foi necessário também criar um ambiente que não fosse claustrofóbico e desse a sensação de contato com o mundo exterior de alguma forma.

O projeto, que tem como intuito abrigar até três famílias, cria a ilusão de estar acima da superfície, como se fosse possível olhar pela janela e ver o céu.

Para isso, a iluminação é uma das aliadas. Colocadas em lugares estratégicos, para imitar a luz natural do dia, elas agregam ao conforto nos cômodos junto às janelas colocadas no teto, o uso de plantas para inserir um pouco do verde da natureza na casa e projeções nas paredes para criar uma vista de montanhas.

"Procuramos criar um espaço em que gostaríamos de viver, mesmo quando não há apocalipse. Materiais naturais, os cheiros, texturas e fibras mais preservados", comenta a arquiteta Maryna Hrechko.

Animais de estimação

Underground House Plan B - Animais - Divulgação - Divulgação
Área criada para recreação, como caminhadas e ciclismo, e passeios com animais de estimação
Imagem: Divulgação

Teto - Underground - Divulgação  - Divulgação
Teto de alguns cômodos conta com tecnologia que imita o nascer e o pôr do sol
Imagem: Divulgação

Todo o projeto é pensado também para os pets. Uma área com madeira, pedras e grama foi colocada dentro do projeto para passeios com os animais de estimação e pedaladas de bicicleta.

"Este projeto é uma libertação das emoções, uma reflexão sobre a continuação da vida humana sob quaisquer circunstâncias", resume Serhii Makhno. "É uma tentativa de encontrar uma resposta para a questão de saber se a arquitetura pode criar a impressão de vida na superfície enquanto está em suas profundezas".