PUBLICIDADE
Topo

Tiger King mostra como a moda também é personagem na história de Joe Exotic

Joe Exotic, protagonista da série documental "A Máfia dos Tigres", partiu do estilo para criar identidade extravagante - Reprodução/Netflix
Joe Exotic, protagonista da série documental "A Máfia dos Tigres", partiu do estilo para criar identidade extravagante Imagem: Reprodução/Netflix

Gustavo Frank

De Nossa

15/04/2020 04h00

A "Máfia dos Tigres" se tornou um dos maiores fenômenos da Netflix. A série documental que narra a história do criador de tigres domésticos Joe Exotic foi a segunda produção mais vista na plataforma em 10 dias, assistida por 34 milhões de pessoas nesse período.

Entre assassinatos e brigas por poder, o estilo do protagonista é uma das ferramentas que fazem dele um personagem exótico — como seu próprio nome o define.

"Eu sou Joe Exotic, também conhecido como Tiger King, o caipira gay com mullets que anda carregando armas", diz ele ao se descrever em um dos episódios da trama.

Cartão de apresentação: extravagância

Joe Exotic - Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Joe Exotic reflete a personalidade extravagante em roupas que misturam o animal print e estampas chamativas
Imagem: Reprodução/Netflix

Em primeiro lugar, não é de se espantar que Joe incorpore a pele dos tigres em suas roupas.

Os trajes de safari, as estampas xadrez que remetem a sua origem interiorana e o animal print em doses exageradas são alguns dos canais pelo qual ele expressa seu amor aos felinos e sua personalidade, que rendeu a ele uma de suas maiores inimigas, Carole Baskin.

O estilo "paz e amor"

Caroline Baskin - Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
A ativista norte-americana Caroline Baskin, dona do Big Cat Rescue e "inimiga número um" de Joe Exotic
Imagem: Reprodução/Netflix

Além de abraçar as estampas de leopardo e tigre como um "uniforme", assim como Joe, a ativista, que luta a favor dos direitos dos animais, também recorre da mesma artimanha.

A dona do Big Cat Rescue veste roupas estilo hippie para expressar seu caráter compassivo e sereno.

Destacamos aqui a coroa de flores, que a acompanha durante as entrevistas e passeios de bicicleta no seu território: o adorno passa a mensagem incorporada por ela contra as agressões aos animais.

Carole Baskin - Reprodução/Netflix - Reprodução/Netflix
Carole Baskin com roupa de estampa animal print ao lado de tigre no Big Cat Rescue
Imagem: Reprodução/Netflix

O que a roupa diz sobre uma pessoa?

Como explica a produtora de moda Christiana Gabriela, "a roupa é uma segunda pele. Ela tem uma linguagem própria, seus signos, e a configuração da identidade social são marcas, registros de um tempo e, assim como todas as línguas escritas e faladas, o idioma do vestuário também se comunica".

O estilo de Joe Exotic na moda

Dizer que o polêmico personagem de "A Máfia dos Tigres" criou uma tendência com suas camisas estampadas seria uma mentira — a não ser se citarmos Jared Leto.

Ou Miley Cyrus, que tem, inclusive, os mullets incorporados. E até mesmo Kourtney Kardashian, que estampou seu vestido de gala com um tigre.

Por outro lado, o animal print ganha destaque nas passarelas das semanas de moda ao redor do mundo. Prova disso foram as peças apresentadas pela grife francesa Saint Laurent no desfile para a coleção de primavera/verão de 2019.

Desfile da coleção primavera/verão 2019 da grife Saint Laurent - Getty Images - Getty Images
Desfile da coleção primavera/verão 2019 da grife Saint Laurent
Imagem: Getty Images

Desfile da coleção primavera/verão 2019 da grife Saint Laurent - Getty Images - Getty Images
Desfile da coleção primavera/verão 2019 da grife Saint Laurent
Imagem: Getty Images

"O animal print nunca saiu de moda, só que tem um público mais específico", opina a estilista paulistana Débora Bastos. "Os maiores clássicos são as peças de zebra e onça para as roupas, enquanto as que imitam cobra predominam nos sapatos e bolsas pela sofisticação".

"As melhores combinações podem ser feitas com outras cores mais neutras ou incorporando a estampa em todo o look", acrescenta. "Por muito tempo as roupas com animal print foram vistas como 'bregas', mas, hoje em dia, foi abraçada por um novo público que a renovou no guarda-roupa".

Aos que se disporem a entrar nesse universo, referências não irão faltar — e não estamos falando necessariamente sobre Joe Exotic.