PUBLICIDADE
Topo

Equador lança primeira iniciativa de turismo para público LGBTIQ

Os principais objetivos da iniciativa são formar uma rede de empresas dedicadas ao turismo LGBTIQ+ - Getty Images
Os principais objetivos da iniciativa são formar uma rede de empresas dedicadas ao turismo LGBTIQ+ Imagem: Getty Images

12/05/2021 09h38

A Câmara de Comércio LGBT do Equador lançou nesta terça-feira a primeira iniciativa em Turismo LGBTIQ+, que visa promover o setor em áreas urbanas, rurais e periféricas do país.

O evento, realizado de forma presencial, aconteceu em um hotel de Quito e contou com a presença de Diane Rodríguez, CEO da Câmara de Comércio LGBT equatoriana.

A iniciativa denominada "Proud Destinations" vai servir para promover o turismo LGBTIQ+ no país, e permitirá que esta população participe nestes espaços.

"Esta distinção tem sido explorada por vários países no que diz respeito ao turismo LGBTIQ+. De fato, em alguns países existem setores que foram apontados como LGBTIQ+ e que são 'Proud Destinations'", afirmou Rodríguez.

Os principais objetivos da iniciativa são formar uma rede de empresas dedicadas ao turismo LGBTIQ+, como hotéis, agências de viagens e navios de cruzeiro, entre outros.

Da mesma forma, também pretende fortalecer esta rede de negócios focados, com programas adicionais que a iniciativa oferecerá através da Câmara, como a Certificação Amigável, transformando-os em empresas altamente competitivas no diversificado mercado que começa sua abertura no Equador.

Por fim, está prevista a avaliação dos destinos LGBTIQ+ no Equador, por meio de pesquisas.

"Aqui no Equador não temos uma política pública ampla em matéria de turismo", mas há setores turísticos exóticos no país como "Galápagos, Mindo, Montañita e assim por diante outros destinos LGBTIQ+ que vamos identificar", disse.

No momento, a iniciativa já prevê o diálogo com os Governos Autônomos Descentralizados Municipais (GADS) e prefeitos do país.

Diante da iniciativa, Câmaras LGBT de países como Brasil, Colômbia, Uruguai e Argentina enviaram vídeos parabenizando a Câmara de Comércio LGBT do Equador pela realização do projeto.