PUBLICIDADE
Topo

Parte da herança de Karl Lagerfeld é leiloada por mais de R$ 76 milhões

Uma de suas últimas aparições públicas: Karl Lagerfeld no encerramento do desfile de primavera/verão 2019 prêt-à-porter da Chanel na Semana de Moda de Paris, em 2 de outubro de 2018. O designer faleceu em 2019 - Getty Images
Uma de suas últimas aparições públicas: Karl Lagerfeld no encerramento do desfile de primavera/verão 2019 prêt-à-porter da Chanel na Semana de Moda de Paris, em 2 de outubro de 2018. O designer faleceu em 2019 Imagem: Getty Images

da AFP, em Nice, na França

07/12/2021 10h35

A venda de parte da herança do estilista Karl Lagerfeld chegou a 12 milhões de euros ou pouco mais de R$ 76 milhões nesta segunda (6) na Sotheby's de Mônaco, quatro vezes mais do que o esperado.

A primeira parte da venda do patrimônio do ex-diretor artístico da Chanel, efetuada online na própria casa desde sexta-feira (3), terminou nesta segunda (6) com "sucesso", segundo a Sotheby's.

Todos os 582 lotes propostos foram arrematados superando o valor estimado de 2 a 3 milhões de euros — entre R$ 12,7 milhões e R$ 19 milhões.

Mais de 1.400 pessoas se inscreveram para a venda, que ocorreu em "um ambiente eletrizante", segundo Pierre Mothes, vice-presidente da Sotheby's França, citado em nota.

"Retrato de Karl Lagerfeld", do artista japonês Takashi Murakami - Reprodução/Sotheby's - Reprodução/Sotheby's
"Retrato de Karl Lagerfeld", do artista japonês Takashi Murakami
Imagem: Reprodução/Sotheby's

Entre as peças, das quais 96% foram vendidas acima do valor estimado, o "Retrato de Karl Lagerfeld", do artista japonês Takashi Murakami, foi arrematado por 292,1 mil euros (mais de R$ 1,85 milhão), contra uma estimativa de 80 mil a 120 mil euros (entre R$ 507 mil e pouco mais de R$ 761 mil).

A obra do pintor francês Guy-Pierre Fauconnet "A cow and her milkmaid", de 1920, foi vendida por 152,4 mil euros (quase R$ 967 mil), contra uma estimativa de 4 mil a 6 mil euros (entre R$ 25,4 e R$ 38 mil).

Autorretrato de Karl Lagerfeld - Reprodução/Sotheby's - Reprodução/Sotheby's
Autorretrato de Karl Lagerfeld
Imagem: Reprodução/Sotheby's

As mercadorias vendidas, incluindo muitos móveis, estavam nas casas do costureiro em Paris e em outros lugares. Apaixonado pelo período Art Déco, o estilista foi dono de muitos móveis criados pelos franceses Louis Süe e André Mare, dois dos artistas fundadores do movimento na década de 1920.

Entre os pertences pessoais de Lagerfeld, um autorretrato foi vendido por 107.250 euros (R$ 680,3 mil), embora tenha sido estimado entre 2 mil e 3 mil euros (entre R$ 12,7 mil e R$ 19 mil), e três de seus cadernos, estimados entre 3 mil e 5 mil euros (entre R$ 19 mil e R$ 31,7 mil), foram vendidos por 152,4 mil euros (quase R$ 967 mil).

"Dom Pérignon Balloon Venus", uma escultura de Jeff Koons - Reprodução/Sotheby's - Reprodução/Sotheby's
"Dom Pérignon Balloon Venus", uma escultura de Jeff Koons
Imagem: Reprodução/Sotheby's

"Dom Pérignon Balloon Venus", uma escultura de Jeff Koons, foi comprada por 38,1 mil euros (R$ 241,7 mil) e um Rolls Royce Phantom 2018, estimado entre 300 mil e 350 mil euros (entre R$ 1,9 milhão e R$ 2,22 milhões), foi vendido por 439 mil euros (R$ 2,78 milhões).

A segunda parte da venda, também online, acontecerá em Paris de 6 a 16 de dezembro, antes de uma venda em Colônia em março.