Kindle ou iPad? Na treta da vez, saiba qual vale mais a pena comprar

No que vale mais a pena investir: Kindle ou iPad? Essa é a briga que tem rolado nos últimos dias nas redes sociais. Os defensores do tablet da Apple dizem que o leitor de livros da Amazon é muito caro para cumprir apenas a função de servir como um e-reader. Do outro lado, os argumentos são de que, muitas vezes, em promoção, o Kindle nem sai tão caro assim.

Afinal, qual dos dois vale mais a pena? O Guia de Compras UOL organizou uma lista destacando os diferenciais de cada um e dicas para você fazer uma boa aquisição.

Diferenças entre Kindle e iPad

Kindle

  • A primeira versão foi lançada em 2007 pela Amazon como uma estratégia para a empresa, cuja origem era ser uma loja online de livros, se manter à frente no mercado.
  • Com o Kindle, é possível comprar e receber um livro instantaneamente, começando a lê-lo logo em seguida.
  • Compacto e leve, ele é mais fácil de carregar por aí do que um livro, já que todas as páginas podem ser acessadas pela tela.
  • Os leitores podem ajustar o tamanho das letras, a fonte e o espaçamento de linhas, tudo para servir melhor aos próprios hábitos de leitura.
  • Seu visor é feito para simular o papel, o que ajuda a não forçar os olhos durante a leitura.
  • Dá para ler mesmo sem ter conexão com internet.

As versões mais recentes do Kindle são as abaixo:

  • Tela de 6 polegadas;
  • Iluminação embutida ajustável para mais ou menos intensidade;
  • Uma carga de bateria pode durar até 6 semanas, segundo a fabricante;
  • 16 GB de armazenamento para manter os arquivos no dispositivo.
  • Disponível nas cores preta e azul.
Continua após a publicidade

@guiadecompras_uol Portabilidade, conforto e uma vasta biblioteca na palma da sua mão Comente "eu quero" e a gente te envia o link! #NovoKindle #KINDLE11 #Amazon #AmazonPrimeDay #livros #leitura ? som original - Guia de Compras UOL

  • Tela de 6,8 polegadas
  • Uma carga de bateria pode durar até 10 semanas, segundo a fabricante
  • Dispositivo à prova d'água
  • 16 GB de armazenamento
  • Pode ficar até 60 minutos e 2 metros de profundidade em água doce (classificação IPX8)

iPad

  • Foi lançado pela Apple pela primeira vez em 2010, popularizando o formato de dispositivo que conhecemos como tablet.
  • Por sua capacidade de processamento, os iPads costumam ser comparados a alguns notebooks. Basicamente, ele preenche o vão entre um celular e um laptop, sendo um computador ainda mais compacto, mas com uma tela maior e mais interativa do que a do iPhone.
  • O iPad também serve como um e-reader para consumo não apenas de livros, mas também de revistas, jornais e outras mídias tradicionalmente impressas. É possível fazer isso por meio do app iBooks, ou ainda baixando aplicativos de outras empresas na App Store.
  • Mas ele foi criado para ir bem além do que faz o Kindle, daí seu preço mais alto.
Continua após a publicidade
Abaixo versões de iPad ainda comercializadas pela Apple:
  • Tela de 10,9 polegadas;
  • Disponível nas versões 64GB e 256GB de armazenamento;
  • Também há a versão wi-fi e wi-fi + 4G;
  • Câmeras traseira e frontal de 12 MP;
  • Touch ID (desbloqueio com a digital) no botão superior;
  • Alto-falantes estéreo na horizontal;
  • Disponível nas cores: prateado, rosa, azul e amarelo.
  • Tela de 10,2 polegadas;
  • Disponível nas versões 64GB e 256 GB de armazenamento;
  • Câmera frontal de 12 MP e câmera traseira de 8 MP;
  • Touch ID (desbloqueio com a digital) no botão de início;
  • Alto-falantes estéreo;
  • Disponível nas cores cinza-espacial e prateado.
Continua após a publicidade
  • Tela de 8,3 polegadas;
  • Disponível nas versões 64GB e 256 GB de armazenamento;
  • Também há a versão wi-fi e wi-fi + celular
  • Câmeras traseira e frontal de 12 MP;
  • Touch ID (desbloqueio com a digital) no botão de início;
  • Alto-falantes estéreo na horizontal.

Por que comprar um Kindle?

O Kindle é o dispositivo ideal se você pretende apenas ler livros.

O seu maior diferencial é uma tecnologia chamada e-ink, que simula a maneira como a tinta é impressa no papel, usando eletricidade para exibir partículas brancas e pretas na tela. Aliás, o Kindle sequer exibe cores, embora possa mostrar imagens e ilustrações dos livros.

A intenção é tornar a sua experiência de leitura a mais próxima possível do papel. Dessa forma, não se cansam os olhos, algo ideal para longas sessões de leitura.

Alguns modelos de Kindle vêm com uma iluminação embutida para conseguir ler no escuro, mas o ideal é fazer o uso do dispositivo em ambientes bem iluminados ou com luz natural.

Continua após a publicidade

Por que comprar um iPad?

O iPad é o dispositivo ideal se, além de ler em formato digital, você o usará para outras atividades. Ele tem uma tela de LCD retroiluminada, o que pode ser prejudicial para uma sessão longa de leitura, causando algum desconforto à vista. É como ficar horas lendo num computador.

Mas o iPad oferece outras vantagens, como a possibilidade de ouvir música e assistir a filmes e séries, além de usar redes sociais e milhares de outros aplicativos. Se o seu desejo, por exemplo, é jogar games, o iPad e sua ótima capacidade de processamento são a melhor pedida.

Curte eletrônicos, games e achadinhos do momento? Fique de olho na nossa curadoria de produtos: no Monitor de Ofertas UOL, no X (ex-Twitter) (@ofertas_uol), no Telegram (monitordeofertasuol) e nos vídeos do TikTok (@guiadecompras_uol).

Imagem

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes