Por que o MacBook, da Apple, custa tanto? O que tem de diferente?

Quando se trata de investir em um laptop, as linhas MacBook Air e MacBook Pro, da Apple, há muito tempo se destacam por seu desempenho rápido, alta qualidade de componentes, visual elegante e leveza. Só que alguns modelos podem custar até R$ 30 mil.

Isso leva muita gente a se perguntar: será que vale mesmo comprar um notebook da marca? Uma das respostas passa por entender as diferenças entre os modelos ainda comercializados pela Apple.

MacBook Air

  • Modelo de entrada da linha, mais simples;
  • Equipado com o chip M1, lançado em 2020. Ele tem processador de 8 núcleos e placa de vídeo de 7 núcleos;
  • Tem apenas 1,29 kg de peso e 1,61 cm de espessura;
  • Armazenamento de 256 GB por SSD;
  • Bateria com autonomia de até 18 horas;
  • Tela com imagem de alta qualidade, com tecnologia True Tone, que ajusta os níveis de branco de acordo com o ambiente e também está presente no iPhone.
  • Versão que se destaca por trazer o chip M2, mais potente do que o da versão anterior. Ele foi lançado oficialmente em 2022;
  • Tem CPU com 8 núcleos e GPU de até 10 núcleos;
  • O peso é de 1,24 kg e a espessura de 1,13 cm;
  • Armazenamento a partir de 256 GB via SSD;
  • A tela usa uma tecnologia diferente, chamada Liquid Retina, com brilho total de 500 nits (telefones têm brilho de até 1.500 nits);
  • A Apple diz que o notebook é capaz de exibir até 1 bilhão de cores, tornando fotos e vídeos "mais vibrantes".
  • A bateria tem autonomia máxima de 18 horas;
  • Sistema de som com quatro alto-falantes.
  • Foi lançado em 2023 e possui o chip M2;
  • Tem CPU com 8 núcleos e GPU de até 10 núcleos;
  • Pesa 1,51 kg e a espessura de 1,15 cm;
  • Tela com brilho total de 500 nits;
  • Armazenamento a partir de 256 GB via SSD;
  • A bateria tem autonomia máxima de 18 horas;
  • Sistema de som com seis alto-falantes e woofers com cancelamento de força.

MacBook Pro: mais avançado

Continua após a publicidade
  • Modelo para quem busca um aparelho compacto e com melhor desempenho, já que ele usa chip M2 e tem uma placa de vídeo melhor do que a linha Macbook Air;
  • É uma configuração que atrai quem trabalha com aplicações gráficas mais exigentes;
  • O processador mantém os 8 núcleos, a GPU é de 10 núcleos;
  • Tem 1,4 kg de peso e 1,56 cm de espessura;
  • A tela retroiluminada por LED, com tecnologia IPS; o nível de brilho é de 500 nits;
  • A bateria tem autonomia máxima de 20 horas;
  • Câmera HD de 720p
  • Duas portas Thunderbolt / USB 4.
  • O chip M2 Pro representa um incremento de desempenho sobre o M2 convencional. Segundo a empresa, tem quase 20% mais transistores que o M1 Pro e o dobro do M2, o que ajuda programas como o Adobe Photoshop a executarem cargas de trabalho pesadas.
  • O M2 Pro tem duas versões, uma com processador de 10 núcleos e GPU de 16 e outra com processador de 12 núcleos e GPU de 19 núcleos.
  • A tela é uma Liquid Retina XDR, retroiluminada por miniLED. O brilho é ainda mais intenso: 1.000 nits de brilho constante (na tela toda), pico de 1.600 nits (conteúdo HDR), de acordo com a Apple.
  • A taxa de atualização da tela é adaptativas de até 120 Hz. Isso representa maior fluidez na transição das animações;
  • A bateria dura até 18 horas.
  • O peso é de 1,60 kg (M2 Pro) e 1,63 kg (M2 Max). A espessura é de 1,55 cm.
  • É o modelo mais avançado da linha;
  • A diferença mais perceptível aqui é a tela maior;
  • A versão do chip M2 Pro vem em uma forma parruda, com CPU de até 12 núcleos e GPU de até 19 núcleos;
  • A tela é Liquid Retina XDR, retroiluminada por miniLED. O brilho segue o padrão anterior: 1.000 nits de brilho constante (na tela toda), pico de 1.600 nits (conteúdo HDR), de acordo com a Apple.
  • A taxa de atualização da tela é adaptativas de até 120 Hz;
  • A bateria dura até 22 horas;
  • Ele tem peso de 2,15 kg para a versão M2 Pro;
  • Ele é mais pesado, mas continua fino, com apenas 1,68 cm de espessura.

Por que o MacBook custa muito?

Os MacBooks custam um alto investimento, pois possuem tecnologias avançadas, processador criado pela própria empresa e, claro, o poder da grife/marca Apple.

Continua após a publicidade

A companhia projeta ainda tanto o hardware quanto o software de seus produtos. Isso permite um alto nível de integração e otimização, resultando em um desempenho superior e durabilidade do aparelho - não é incomum pessoas usarem o mesmo notebook por mais de cinco anos.

Ao invés de usar conjuntos similares aos PCs, com processador separado de placa de vídeo, os MacBooks usam variações do SoC (System on Chip, ou Sistema no Chip, solução que integra em um mesmo componente processador e placa de vídeo, que também é conhecida por GPU).

A Apple também oferece um ecossistema altamente integrado com outros produtos da marca, como iPhone, iPad e fones de ouvido AirPod. Isso permite que os aparelhos funcionem harmoniosamente juntos e com rápida resposta.

Esse desenvolvimento personalizado implica em custos significativos de pesquisa e desenvolvimento.

Vale a pena?

É claro que, por ser um produto mais caro, é sempre bom olhar para suas necessidades antes de fazer o investimento. Mas sim, caso necessite de eficiência e durabilidade, os aparelhos da Apple costumam cumprir o que prometem.

Continua após a publicidade

Os MacBooks são fabricados com materiais de alta qualidade, como alumínio e vidro, que não apenas oferecem durabilidade, como resultam num visual sofisticado e elegante. Quando você investe em um MacBook, está adquirindo um produto que foi projetado para durar.

Já o ecossistema integrado é outro fator positivo, como já mencionado. A sincronização de dados, a continuidade de aplicativos e a facilidade de compartilhamento entre dispositivos são apenas algumas das possibilidades.

Se você já possui um iPhone, um iPad ou um Apple Watch, um MacBook complementará seu conjunto de dispositivos.

Seja para tarefas de produtividade, edição de fotos, vídeos e jogos, os MacBooks Air e Pro prometem lidar com qualquer desafio dentro de suas especialidades.

O que diz quem comprou?

O notebook vale cada centavo, ele é ainda mais lindo pessoalmente, rápido demais, a bateria dura bastante, a imagem tem muita nitidez e qualidade.

Beatriz Ferreira - MacBook Air, 13 polegadas, M1

Continua após a publicidade

Desde que adquiri o primeiro produto Apple, já me apaixonei. Mas após ter o primeiro Macbook, impossível voltar ao Windows. Conectividade, facilidade na transferência de arquivos entre notebooks e com outros aparelhos Apple, design lindo, processador ágil... enfim, sou suspeita!

Danielle Vendramini - MacBook Air, 13 polegadas, M2

Curte eletrônicos, games e achadinhos do momento? Fique de olho na nossa curadoria de produtos: no Monitor de Ofertas UOL, no Twitter (@ofertas_uol), no Telegram (monitordeofertasuol) e nos vídeos do TikTok (@guiadecompras_uol).

Imagem

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes