Quer um celular novo? 6 dicas para escolher um bom sem apertar o orçamento

A sopa de letrinhas e números nas descrições dos celulares confunde muita gente. São muitas marcas, diversos modelos e há lançamentos quase todos os meses. Por isso, para fazer uma boa compra, é importante ficar por dentro de algumas configurações dos dispositivos.

Isso ajudará você a avaliar se o preço está bom e qual smartphone atenderá às suas necessidades. Confira a seguir seis dicas para escolher o melhor celular para você - e uma lista especial do Guia de Compras UOL com opções de bons telefones da Motorola, Realme, Samsung e Xiaomi por menos de R$ 2.000.

1. Processador

É o cérebro do celular. Quanto melhor o processador, mais rápido será o aparelho. Geralmente, a velocidade dos processadores é medida em GHz, e também pela quantidade de núcleos de processamento de dados. Os modelos básicos costumam ter processadores de 2GHz com até oito núcleos (octa-core).

2. Memória RAM

A memória RAM ajuda muito no trabalho do processador, evitando travamentos. Quanto mais memória, mais aplicativos você pode abrir ao mesmo tempo sem "gargalos". Aparelhos básicos, em geral, vêm com 4GB.

Dentro da categoria de celulares intermediários e básicos, o modelo abaixo se destacou após análise da nossa equipe do Guia de Compras UOL em relação aos detalhes técnicos:

3. Armazenamento

Define o quanto de fotos, vídeos e apps você conseguirá instalar no aparelho a longo prazo, sem precisar deletar um app para instalar outro, por exemplo. O padrão atual começa em médica com 128 GB de armazenamento - que costuma funcionar para super bem para WhatsApp, redes sociais, além de fotos e vídeos.

Continua após a publicidade

Contudo, quem usa o celular também para outras atividades, como jogos e trabalho, uma dica é investir - se possível - em celulares com 256 GB. Neste caso, o modelo abaixo tem um melhor conjunto entre armazenamento e desempenho entre os 11 celulares avaliados.

4. Câmera

Se a ideia é tirar boas fotos, pesquise na internet análises de pessoas que já têm o aparelho para avaliar a qualidade das fotos. Celulares de entrada, apesar de terem câmeras mais simples, podem entregar imagens bem interessantes.

Dentro da faixa de preço de R$ 2.000, existem opções com duas ou três câmeras na parte traseira. Em geral, uma lente é a principal; o segundo pode ser usado para o efeito de desfoque de fundo ou para ampliar o campo de visão. A terceira lente costuma ser a macro, para fotos de objetos que estão mais perto.

A média de megapixels (MP) - que ajudam a formar a imagem e deixá-la com detalhes - é de 50 MP. Contudo, não será difícil achar smartphones que fazem foto com 108 MP.

Continua após a publicidade

Sendo assim, uma boa opção de celular em termos de especificações técnicas e conjunto como um todo é:

5. Bateria

O tamanho da bateria é medido em miliamperes (mAh) e determina quanto tempo o aparelho ficará longe da tomada. Alguns aparelhos têm um sistema otimizado para aproveitar ao máximo a energia do celular.

Se você irá comprar um celular intermediário agora, parta de modelos com 5.000 mAh. Se tiver mais, melhor ainda.

De telefones lançados neste ano, o Galaxy M34 da Samsung se destacou nessa categoria.

Continua após a publicidade

6. Tela

Nesse quesito você deve avaliar a tecnologia da tela, a quantidade de pixels e a frequência de atualização. Celulares mais simples trabalham bastante com a tecnologia LCD, por ser mais barata e entregar bons resultados de cores.

Visores de telefones mais caros vêm com OLED, AMOLED e Retina. Já a quantidade de pixels vai determinar a resolução. Nessa faixa, prefira os com tecnologia AMOLED e com pelo menos 60Hz de atualização de atualização da tela (representa a velocidade com que as cenas e animações são exibidas).

Bônus: os baratinhos

A live do Guia de Compras UOL também elegeu dois modelos de celulares que são mais simples, mas nem por isso são ruins. Eles são legais para quem não quer agar mais do que R$ 1.000.

Continua após a publicidade

O programa foi transmitido pelo link https://www.uol.com.br/guia-de-compras/4show/ e pelos canais do UOL no YouTube, Facebook e TikTok.

Se interessou? Então fique ligado na nossa página para saber quando será a próxima live.

Para também ficar por dentro dos principais descontos que rolam na internet, acompanhe o Monitor de Ofertas UOL, que seleciona diariamente promoções em diversos produtos. Siga o Monitor de Ofertas também no Twitter. E não perca os vídeos do Guia de Compras UOL no TikTok.

*Com informações de reportagens publicadas em 09/03/2022 por Abinoan Santiago; e 30/04/2021 por Lucas Santana.

Continua após a publicidade
Imagem

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes