PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar: Santos parece ser um time que pode incomodar bastante

Do UOL, em São Paulo

10/04/2021 04h00

O Santos enfrenta o Botafogo-SP hoje pelo Campeonato Paulista, que volta após quase um mês de jogos impossibilitados de serem disputados em São Paulo por medida do governo do estado devido ao estágio da pandemia, em jogo no qual deve poupar jogadores para a partida de volta contra o San Lorenzo, pela fase preliminar da Libertadores, tendo vencido o primeiro embate por 3 a 1 na Argentina.

No podcast Posse de Bola #115, Mauro Cezar Pereira analisa o início de trabalho do técnico argentino Ariel Holan e vê boas perspectivas para o Santos na temporada, mesmo com o clube tendo problemas e precisando contar com tantos jogadores jovens, que têm correspondido dentro de campo.

"O Ariel Holan não é um técnico retranqueiro, é um técnico acostumado a trabalhar na dificuldade, já enfrentou problemas assim em outros clubes onde trabalhou e acho que muito rapidamente ele está conseguindo fazer com que o Santos possa vir a ser um time, não tem opção, vai ter que usar muitos jogadores jovens, o Angelo, que fez o terceiro gol, tem 16 anos, nascido em 2004, e vai fazer 17 acho que só no final do ano", diz Mauro.

"Já começa a mostrar um time interessante, eu tenho a expectativa, espero não me decepcionar, a classificação está muito bem encaminhada, dificilmente vai perder essa vaga para essa atual equipe do San Lorenzo jogando como mandante, jogando no Brasil. Eu tenho a expectativa de que possa crescer e o Santos possa fazer uma temporada", completa.

O jornalista lembra que na temporada passada o clube foi vice-campeão da Libertadores sob o comando de Cuca, o que talvez seja mais difícil de repetir, até pela inexperiência de alguns jogadores que estão ganhando espaço, mas acredita que o time deve fazer um bom papel.

"Pode ser que não chegue à final da Libertadores como chegou na temporada passada, mas que faça bons jogos, acho que o Santos vai ser um time que vai incomodar bastante, talvez não esteja pronto para ser campeão pela falta de experiência de muitos jogadores, muita garotada no meio ali, e manteve até agora os seus dois jogadores mais decisivos e mais experientes, no caso o Soteldo e o Marinho", diz Mauro.

"O Soteldo voltando agora teve uma série de obstáculos no caminho, ele não pôde contar ainda com o venezuelano na sua plenitude, trabalhar direto com ele, escalar jogos seguidos, a tendência é só melhorar", completa.

O jornalista ressalta o bom trabalho de Holan quando comandou o Independiente na conquista da Copa Sul-Americana diante do Flamengo em 2017 e acredita que o Santos fez novamente uma boa escolha, assim como quando contratou o também argentino Jorge Sampaoli em 2019.

"Ariel Holan é uma bola que está quicando aqui desde 2017, quando ele ganhou a Copa Sul-Americana em cima do Flamengo do Reinaldo Rueda com o time mediano do Independiente e vários clubes ameaçaram contratá-lo, e ninguém foi buscá-lo. Quando tentaram, ele estava lá na Universidad Católica e não era possível, mas houve oportunidades e acho que deixaram passar", afirma Mauro.

"Desconfio que o Santos, como foi muito bem quando contratou o Sampaoli em baixa, parece que foi bem de novo ao contratar esse treinador, agora vamos aguardar, ele tem tudo para fazer um trabalho bem legal no Santos", conclui.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol