PUBLICIDADE
Topo

Nascar suspende piloto após declaração racista em corrida virtual

Kyle Larson ficará sem receber salários da Chip Ganassi enquanto incidente é debatido - Divulgação
Kyle Larson ficará sem receber salários da Chip Ganassi enquanto incidente é debatido Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

13/04/2020 19h44

A Nascar anunciou hoje a suspensão de Kyle Walker, piloto da equipe Chip Ganassi na Cup Series, por período indeterminado.

O gancho é resultado de um comentário racista feito por ontem por Walker durante a Monza Madness iRacing, uma corrida virtual que reuniu pilotos de Nascar e da Fórmula Indy durante a paralisação de eventos automobilísticos nos Estados Unidos frente à pandemia do novo coronavírus. Além disso, o norte-americano passará por orientação a respeito da questão.

O incidente aconteceu durante os treinos de classificação, quando Walkter aparentemente perdeu a comunicação com funcionários da equipe. No entanto, ao invés de tentar se comunicar em um canal privado, enviou uma mensagem que foi ouvida por todos os pilotos.

"Você não consegue me ouvir? Ei, ...", disse.

Pilotos presentes na prova, como Conor Daly e Colton Herta, reagiram com surpresa, segundo o site do jornal Indianapolis Star. "Kyle, você está falando com todo mundo", alertou Anthony Alfredo, piloto da Nascar Xfinity Series.

Em nota, a categoria norte-americana de stock cars lamentou o registro.

"A Nascar tem feito da diversidade e da inclusão uma prioridade, e não irá tolerar o tipo de linguagem adotada por Kyle Walker durante o evento do domingo", diz a organização em comunicado. "Nossas Diretrizes de Conduta são claras a este respeito, e nós reforçaremos estas diretrizes para manter um ambiente inclusivo para toda a indústria e a base de fãs", acrescentou.

Nas redes sociais, Kyle Larson divulgou um vídeo pedindo desculpas. "Eu cometi um erro e disse a palavra que nunca deve ser dita. Não há desculpas para isso. Eu não fui criado assim", disse o piloto. "É algo horrível a ser dito. Sinto muito por minha família, meus amigos, meus parceiros, a comunidade da Nascar e, especialmente, a comunidade afro-americana", acrescentou.

A Chip Ganassi, por sua vez, disse em nota estar "extremamente desapontada" com Kyle Larson, e informou que o piloto não receberá salários enquanto a questão é debatida "com todas as partes apropriadas".

A Nascar Cup Series 2020 havia realizado quatro etapas da temporada antes da paralisação — a última delas foi a FanShield 500, em Phoenix, no dia 8 de março, na qual Larson conquistou seu melhor resultado da temporada ao chegar em quarto lugar. Em 2019, ele foi o sexto colocado do campeonato.

Esporte