Topo

Esporte


Privatização do Anhembi impediu corrida da Fórmula E em SP, diz piloto

Lucas Di Grassi comemora título da Fórmula E; piloto é o atual campeão - Divulgação/Audi Sport
Lucas Di Grassi comemora título da Fórmula E; piloto é o atual campeão Imagem: Divulgação/Audi Sport

Do UOL, em São Paulo

30/11/2017 11h57

De acordo com o brasileiro Lucas di Grassi, o plano de privatização do complexo do Anhembi inviabilizou a realização de etapa da Fórmula E em São Paulo. O piloto afirmou que a prova pode voltar ao calendário na próxima temporada.

"E Prix de São Paulo foi adiado para a temporada 5 por causa do plano de privatização do Anhembi, onde seria a corrida. Mas a história do Brasil com a Fórmula E está só começando. Novidades positivas virão", escreveu Di Grassi, em sua conta pessoal no Twitter.

O piloto brasileiro está na Fórmula E desde a temporada 2014/2015, primeira da história da competição. Ele é o atual campeão da categoria.

Mesmo com a não realização da prova, Di Grassi não se mostrou crítico ao cancelamento.

"Porém, tenho que admitir, apesar de contrário ao desfecho, um excelente trabalho e profissionalismo da Prefeitura na condução da negociação. Um evento em 2019 faz mais sentido para todos, principalmente para a cidade de São Paulo", opinou.

Mais Esporte