PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Prefeitura do Rio interdita CT do Flamengo

27/02/2019 12h49

Por Débora Moreira

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A prefeitura do Rio de Janeiro interditou na manhã desta quarta-feira o Centro de Treinamento do Flamengo, conhecido como Ninho do Urubu e localizado na zona oeste da cidade, devido a funcionamento sem alvará e habite-se.

O acesso ao CT ficará restrito aos funcionários que trabalham em uma obra realizada no local, cujas portas foram lacradas para impedir a entrada, a permanência e a utilização das instalações do espaço. O edital de interdição, lavrado em 2017, foi afixado nas paredes do CT.

O fechamento do Ninho do Urubu seguiu recomendação do MP-RJ após um incêndio que matou 10 jogadores das categorias de base do clube e deixou três atletas feridos no início de fevereiro.

A operação contou com mobilização fiscais de atividades econômica, agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública e da Guarda Municipal.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB), afirmou em nota que a prefeitura cumpriu uma decisão já existente. "Nós esperamos que tanto as exigências para o alvará como também para o habite-se sejam cumpridas, e que ele retorne logo ao funcionamento", disse.

Agentes da Guarda Municipal permanecerão no local a partir desta quarta-feira em plantões diários. A interdição será mantida até que haja regularização nas pendências urbanísticas e fiscais do CT.

Um edital de 2017 já determinava o fechamento do Ninho do Urubu, mas não fora cumprido pela diretoria do Flamengo, que não só manteve o centro em funcionamento, como também construiu um alojamento sem alvará para a instalação.

Procurado pela Reuters, o clube ainda não se manifestou sobre a interdição.

Esporte