PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Amadores prometem não facilitar vida de Usain Bolt em estreia no futebol australiano

29/08/2018 12h42

Por Ian Ransom

MELBOURNE (Reuters) - Em sua estreia no Central Coast Mariners, Usain Bolt enfrentará uma mistura de funcionários de escritórios, estudantes e operários de um time amador que não tem intenção de facilitar a vida do velocista multicampeão olímpico, disse o capitão da equipe, Matt Page.

As esperanças do jamaicano de conseguir um contrato profissional no time de primeira divisão da Austrália serão testadas na sexta-feira, quando os Mariners enfrentam um time composto de amadores em seu pacato campo de treinamento em Gosford, ao norte de Sydney.

A partida da pré-temporada será transmitida ao vivo por uma televisão local e pode atrair até 12 mil torcedores pagantes ao estádio dos Mariners, onde podem esperar fogos de artifício, um DJ e ao menos uma participação do ex-astro do atletismo.   

Assim que o entretenimento der lugar ao esporte, Bolt pode esperar oponentes dispostos e determinados a causar seu próprio impacto diante de uma plateia seleta.

"Todos estão elétricos. A maioria dos caras não vai ter jogado diante de uma grande plateia como essa, inclusive eu", disse Page, de 34 anos, ex-caseiro da associação de futebol local, em entrevista à Reuters por telefone.

"Obviamente jogar contra o grandão, você sabe, será interessante de ver como ele corre. Se ele quer chegar a este nível, ninguém vai pegar leve com ele. Não acredito que nenhum dos garotos irá tirar o corpo fora. Mas também acho que ninguém jogará sujo. Será um jogo bem-intencionado".

Dono de oito medalhas de ouro olímpicas, Bolt fez seu primeiro treino com o time da elite do futebol australiano só uma semana atrás, e disse que acha que se sentirá "nervoso" na partida de teste.

Esporte