PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Nigéria evita suspensão da Fifa aprovando novo dirigente na última hora

20/08/2018 15h35

FUT-NIGERIA-EVITA-SUSPENSAO:Nigéria evita suspensão da Fifa aprovando novo dirigente na última hora

Por Angela Ukomadu e Mike Oboh

LAGOS/ABUJA (Reuters) - A Nigéria escapou por pouco de ser banida do futebol internacional ao reconhecer o diretor de sua federação nacional, aprovado pela Fifa, minutos antes de uma suspensão causada por sua omissão em fazê-lo entrar em vigor.

A entidade global do futebol disse que, por causa da interferência estatal na administração da Federação Nigeriana de Futebol (NFF), suspenderia o país de partidas internacionais a partir das 11h, com isso excluindo sua seleção das eliminatórias do Campeonato Africano das Nações no mês que vem.

    A Fifa disse ter recebido a confirmação de que sua equipe de liderança reconhecida, sob o comando de Amaju Pinnick, "recebeu de volta o controle efetivo da NFF e seus escritórios".

"A suspensão da NFF não entrará em vigor", disse em um comunicado mais de três horas após o vencimento do prazo.

    Pinnick, eleito chefe da NFF em 2014, estava em choque com Chris Giwa, que apelou contra o resultado da eleição e, depois de uma longa batalha legal, obteve um parecer favorável de um tribunal superior em junho.

    Giwa foi afastado pela Fifa por cinco anos devido a violações dos estatutos da NFF e do código de ética da Fifa em fevereiro de 2017.

Em um tuíte publicado às 10h38, um porta-voz do vice-presidente Yemi Osinbajo disse que a Nigéria "já transmitiu à Fifa sua posição firme reconhecendo a NFF liderada por Amaju Pinnick como o atual e único comitê executivo da NFF".

    O governo trabalhará com todos os envolvidos "para resolver a disputa em um prazo adequado", acrescentou.

    Giwa parecia ter recebido o aval do governo. Ele foi incluído pelo ministro dos Esportes, Solomon Dalung, em uma lista potencial de delegados que iriam se encontrar com o presidente da Fifa, Gianni Infantino, em Zurique na semana passada – uma abordagem que a Fifa rejeitou.

Esporte