Rebeca Andrade é destaque de 2023 para PanAm Sports

Quatro brasileiros saíram com troféus na cerimônia dos Prêmios da PanAm, organizados em homenagem aos destaques dos Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023. Douglas Matera, Maria Eduarda Alexandre, Monik Bisoni e Rebeca Andrade foram os brasileiros que saíram com seus troféus na segunda edição dos prêmios. O evento aconteceu em Miami, EUA, na noite deste sábado (9).

+ SIGA O OTD NO YOUTUBE, TWITTER, INSTAGRAM, TIK TOK E FACEBOOK

Maria Eduarda Alexandre, da Ginástica Rítmica, foi a única que venceu através da votação popular. A grande maioria dos prêmios foi decidida por votos na internet, mas os prêmios de Rebeca Andrade, da Ginástica Artística, e Monik Bisoni, do e-sport, foram distribuídos sem votação pela Organização de Desportos PanAmericanos (PanAm). E finalmente, Douglas Matera, da paranatação, foi escolhido pelo Comitê Paralímpico das Américas.

Duda Alexandre vence no voto popular

(Foto: Panam sports)

Maria Eduarda Alexandre venceu o prêmio de Legado de Cali-2021. A atleta da ginástica rítmica conquistou três ouros e uma prata nos Jogos Pan-Americanos da Juventude de Cali-2021. Já em Santiago-2023, Duda Alexandre levou dois ouros, uma prata e três bronzes. Miguel Hidalgo foi indicado na premiação masculina, mas perdeu para a estrela chilena do lançamento de disco, Lucas Nervi.

"Me sinto muito feliz, muito honrada de estar aqui. Foi um caminho muito duro, muito difícil. Agradeço a minha família por ter me ajudado a divulgar esse prêmio e ao apoio de todo público brasileiro e das Américas", comentou a atleta brasileira.

É DO BRASIL! Maria Alexandre foi a vencedora do prêmio Legado Cali 2021 no Panam Sports Awards.A premiação reconheceu atletas que estiveram nos Jogos Pan-Americanos Júnior há dois anos e, em 2023, competiram em Santiago.Parabéns, Maria! 👏🇧🇷#TimeBrasil pic.twitter.com/ijUnTbyhdW— Time Brasil (@timebrasil) December 9, 2023

Douglas Matera coroa Santiago-2023

Continua após a publicidade

(Foto: Panam sports)

Douglas Matera ganhou o prêmio de melhor paratleta masculino nas cerimônias da Panam Sports. Ele venceu oito medalhas de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023, sendo portanto, o grande destaque da competição.

"Estou muito feliz, muito obrigado ao Comitê Paralímpico das Américas por terem organizado os Jogos Parapan-americanos incríveis. Sou muito orgulhoso de ser um representante do movimento paralímpico do Brasil, das Américas e do Mundo. Viver com deficiência é sempre um desafio mas viver sempre vale a pena então estar aqui e poder dizer isso é incrível". 

Karen Palomeque, estrela do atletismo da Colômbia, ganhou cinco ouros em Santiago-2023 e portanto venceu o prêmio no feminino.

Rebeca Andrade é destaque do ano para Panam

"Estou muito feliz, muito honrada. A gente trabalha muito para conquistar e ter essas realizações. Não poderia deixar de agradecer a toda minha equipe que está sempre do meu lado e me dando esse suporte. À minha família sempre me apoiando. É uma honra hoje, mesmo com tão pouca idade, ser uma inspiração para uma nova geração de jovens e crianças que estão chegando aí. A gente sabe que esporte muda vidas e sou muito grata pela PanAm por fazer parte deste time e estou muito, muito feliz de estar aqui com vocês".

Continua após a publicidade

🚨 GRAVE: REBECA ANDRADE GANHA MAIS UMA!Nossa ginasta recebeu o prêmio de Participação Destaque da Temporada no Panam Sports Awards 🫶🏽Esse troféu é entregue para atletas que tiveram grandes desempenhos dentro e fora do esporte durante o ano.Ela é tudo 🥹#TimeBrasil pic.twitter.com/j8jk3GQZjB— Time Brasil (@timebrasil) December 9, 2023

Rebeca Andrade também estava indicada na categoria de Geradora de Mudanças, na qual perdeu para a dominicana Marileidy Paulino, que está criando "Sonrisa Eterna", uma fundação para ajudar a juventude de seu país. Curiosamente, todos atletas indicadas nesta categoria são mulheres.

Monik Bisoni vence prêmio de e-sports

(Foto: Panam sports)

Monik Bisoni foi medalhista de ouro no e-sport em Santiago-2023, que aconteceu como demonstração na capital chilena. Ela agradeceu à PanAm pela oportunidade dada aos jogos virtuais e disse esperar enfim ver os e-sports na programação oficial do evento em breve.

Outros brasileiros foram indicados aos Prêmios da PanAm

Continua após a publicidade

Por outro lado, apenas homens foram indicados ao prêmio de Lenda Pan-Americana. O nadador brasileiro Thiago Pereira estava indicado, mas quem saiu vencedor foi Javier Sotomayor. O cubano ainda é recordista mundial do salto em altura.

Guilherme Costa, o Cachorrão, da natação era o representante brasileiro na disputa de atleta masculino do ano, mas o vencedor foi Osmar Olvera, dos Saltos Ornamentais. O mexicano foi dono de dois vice-campeonatos mundiais e três ouros em Santiago-2023. Na categoria fair play, o Brasil não estava indicado, mas Adriana Diaz foi lembrada pelo longo abraço que deu em Bruna Takahashi na final do tênis de mesa. Mas a grande vencedora foi Erika Lasso, da Colômbia. A judoca carregou sua rival, da República Dominicana, para fora do tatame nos Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023. 

A seleção feminina de handebol estava indicada, mas perdeu para a equipe mexicana de futebol que também foi ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santiago-2023. A seleção brasileira de vôlei perdeu o prêmio para a seleção colombiana de beisebol que ganhou o primeiro ouro na história dos Jogos Pan-americanos.

Os EUA lideraram com folga o quadro de medalhas dos Jogos Panamericanos de Santiago-2023. E finalmente, o Comitê Olímpico e Paralímpico dos EUA venceu o Brasil e México como melhor comitê olímpico nacional.

Relembre todos os indicados aos prêmios.

Confira todos os vencedores

Continua após a publicidade

Osmar Olvera ganhou do brasileiro Guilherme Costa, o Cachorrão, como atleta masculino do ano(Foto: Panam sports)

Atleta Feminina: Maggie Macneil, Natação do CanadáAtleta Masculino: Osmar Olvera, Saltos Ornamentais do MéxicoDestaque 2023: Rebeca Andrade, Ginástica Artística do BrasilLegado Cali-2021 Feminino: Maria Eduarda Alexandre, Ginástica Rítmica do BrasilLegado Cali-2021 Masculino: Lucas Nervi, Atletismo do ChileEquipe Feminina: Futebol do MéxicoEquipe Masculina: Beisebol da ColômbiaGerador de Mudança: Marileidy Paulino, Atletismo da República DominicanaFair Play: Erika Lasso, Judô da ColômbiaTécnico: Bienvenido Front, Remo do ChileComitê Olímpico Nacional: EUAProgresso de Comitê Olímpico Nacional: ChileComitê Olímpico Nacional de país com menos de 1 milhão de habitantes: ArubaParatleta Feminina: Karen Palomeque, Atletismo da ColômbiaParatleta Masculino: Douglas Matera, Natação do BrasilAtleta de E-sports: Monik Bisoni, Brasil

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes