PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Barcelona é campeão da Supercopa Feminina da Espanha

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

23/01/2022 11h48

O Barça jogou hoje pelo único título que não conseguiu conquistar na temporada passada, a Supercopa da Espanha. A mentalidade do Barcelona foi criada foi para poder ganhar tudo. Para conseguir isso, elas tiveram que superar o Atlético de Madrid, o time que as eliminou no ano passado e conquistou o título. Assim, com essa mentalidade competitiva, as jogadoras de Jonatan Giráldez entraram em campo, prontas para dar tudo de si e levar para casa o primeiro troféu da temporada.

Desde o primeiro minuto, o Barça invadiu o gramado com grande intensidade e muita pressão. O Atleti se defendia com quase todas as suas jogadoras, recuando, tentando cobrir os espaços onde as blaugranas se sentiam à vontade. As colchoneras tentavam se conectar com suas atacantes, mas o Barça não deixava a bola passar pelo meio-campo, com Jana Fernández impecável e atenta em todos os momentos. As catalãs exerceram boa pressão e mal deixavam o Atlético respirar.

GOLEADA

O Barça se aproximava cada vez mais do gol de Lindahl e, aos 15 minutos, Engen abriu o placar. Jennifer Hermoso centrou a bola, Rolfö finalizou, mas Lindahl rejeitou. Ali apareceu Engen, que pegou o rebote e, sem pensar, mandou a bola para o gol. Apenas sete minutos depois, Graham marcou o segundo. Uma falta de Maitane sobre Alexia na entrada da área que Graham finalizou com um gol imparável no canto esquerdo. E o show norueguês não acabou. Aos 27 minutos, Patri deixou Maitana, filtrou um passe para Rolfö e ela centrou para Graham finalizar por Lindahl.

Após o intervalo, o Barça continuou com a mesma dinâmica e intensidade do primeiro tempo. Apenas dois minutos se passaram quando Rolfö marcou o 4-0. Depois de mais uma falta sobre Alexia, desta vez um pouco mais longe da entrada da área. A ’11’, mais esperta do que qualquer outra, acertou rápido, Graham cruzou e Rolfö finalizou sem falta. Dois minutos depois, um cruzamento perfeito de Marta Torrejón e uma cabeçada de Graham Hansen ampliaram o placar. Hat-trick da norueguesa que estava fazendo um grande jogo. A velocidade do jogo, combinando com a qualidade do toque, sem baixar a intensidade por um momento, mesmo sendo superior no placar, transformam o Barcelona nessa equipe quase imbatível.

MAIS QUE FUTEBOL: O RETORNO DE VIRGINIA TORRECILLA

O Atlético teve algumas oportunidades ofensivas, mas não conseguiu resolvê-las diante do gol de Paños. E o Barça não perdoou. Continuou insistindo e criando perigo perto de Lindahl. Aos 39 minutos, um cruzamento de Graham Hansen deu o gol a Lieke Martens.

Faltando quatro minutos para o final da partida, ocorreu o momento mais emocionante da partida: Virginia Torrecilla voltou a campo após superar um tumor no cérebro. O público e os jogadores aplaudiram de pé, felizes por poder vê-la novamente jogando o que ela mais gosta, o futebol. E as emoções não pararam por aqui, pois aos 44 minutos o Barça sentenciou a grande vitória, por 7 a 0, com mais um gol de Lieke Martens.

O Barça conquistou assim o primeiro título da temporada, um título mais do que merecido para uma equipe que parece ser impossível de parar.

Futebol