PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mesmo com derrota, Fluminense equilibra jogo e vê erro de arbitragem atrapalhar

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

29/11/2021 06h30

O Fluminense perdeu o quinto jogo consecutivo fora de casa no Campeonato Brasileiro. No último domingo, o Tricolor foi superado pelo Atlético-MG por 2 a 1, no Mineirão, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe comandada por Marcão demostrou entrega, disposição em campo e equilibrou a partida, e chegou a ser melhor em alguns momentos, porém a partida teve mais uma polêmica envolvendo na arbitragem.

A equipe carioca fez um bom primeiro tempo, sendo superior em vários momento. O time conseguiu maior posse de bola e teve controle da partida. Tanto que balançou a rede aos 13 minutos em bela cabeçada de Manoel, que marcou seu segundo gol pelo Tricolor das Laranjeiras e foi bem para aprovietar chance como titular. Com isso, o Galo começou a pressionar para tirar a diferença do placar. Aos 37 minutos, em disputa entre o atacante Diego Costa e Marlon, a bola acabou pegando no braço do lateral-esquerdo. O árbitro Marielson Alves Silva não marcou falta na hora, mas foi chamado pela equipe do VAR e anotou a penalidade após rever as imagens.

Atuações: Manoel vai bem e Caio Paulista segue mal; veja as notas

Foto: Reprodução/Globo

O lance gerou bastante confusão dentro e fora dos gramados. Na saída de campo, David Braz declarou como absurda a marcação do juiz e Marcão – em coletiva – “chega ao limite” com arbitragem. Nas redes sociais, os torcedores do Fluminense ficaram na bronca. No lance, a bola bateu no atacante do Galo e acabou pegando no braço de Marlon, que estava de costas.

Na segunda etapa, o Fluminense manteve uma organização, mas o Atlético-MG, que estava empurrado pelo 12º jogador, conseguiu a virada. Hulk encheu o pé em cobrança de falta da direita. A bola desviou na cabeça de Wellington e “traiu” Marcos Felipe. Em desvantagem, o Flu tentou a reação com bela finalização de Yago Felipe e Bobadilla, mas acabaram desperdiçando as chances.

Fora da questão de arbitragem, André e Caio Paulista foram os que mais destoaram do time. O volante, que não jogou na sua posição de origem, cometeu muitos erros de passes e não repetiu as boas atuações. Do outro lado, o atacante vem fazendo partidas ruins, mas segue como titular. Novamente não conseguiu impor sua velocidade em campo.

Com o resultado, o Fluminense estacionou nos 51 pontos e encerrou a sequência de duas vitórias consecutivas na competição. Na próxima partida, o Tricolor pega o Bahia, no próximo domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova. A equipe ainda sonha com uma vaga direta na Libertadores.

Futebol