PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Vice-Presidente do Coritiba fala sobre permanência de Morínigo

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

27/11/2021 08h00

O Coritiba encerrou sua participação na Série B 22 nesta sexta-feira (26) com a derrota para a Ponte Preta por 3 a 2 de virada fora de casa. Apesar do revés, essa 38ª rodada já não valia mais nada para o time paranaense, que já garantiu o acesso à primeira divisão com duas rodadas de antecedência.

Apesar de ainda estar faltando esse último jogo, o assunto da semana entre os torcedores Coxas-Brancas foi sobre a permanência ou não do técnico Gustavo Morínigo para o próximo ano. O paraguaio chegou ao Verdão em janeiro deste ano e se tornou o treinador mais longevo do time desde 2014/2015, com Marquinhos Santos no comando.

Para saber tudo do Coritiba siga o Esporte News Mundo no Twitter, Instagram e Facebook

Em uma recente coletiva de imprensa com o Conselho Administrativo do Coxa, Glenn Stenger falou que a continuidade de Morínigo depende de todo um planejamento, mas que o objetivo é sim que ele siga à frente da comissão técnica do time Alviverde.

+ Conselho Administrativo do Coritiba participa de coletiva de imprensa e fala sobre os principais pontos para 2022

O também Vice-Presidente Osíris Klamas, falou que esteve em reunião nesta última quinta-feira (25) junto ao empresário do atual treinador, Regis Marques, e que o acordo entre ambos está praticamente selado. O contrato de Gustavo Morínigo vai até o final do próximo ano.

O técnico do Coritiba chegou a receber propostas para comandar outros time durante a disputa da Série B mas como uma forma de homenagem e promessa ao falecido Presidente Renato Follador, disse que não sairia de maneira alguma até que o objetivo fosse alcançado, o acesso à elite do futebol brasileiro. O Vasco da Gama foi um dos time que sondou o ex-meio campista.

Desde sua chegada, o paraguaio esteve na beira do campo do Coxa 55 vezes e mesmo depois de uma péssima campanha do Campeonato Paranaense deste ano, a diretoria cumpriu com sua promessa, de não trocar de treinador, e teve confiança no trabalho feito pelo mesmo. Considerada a Série B mais difícil de todos os tempos, o Coritiba foi líder da competição durante 17 rodadas e atingiu o principal objetivo da temporada.

Futebol