PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Edenilson é punido pelo STJD e desfalca o Inter contra o Flu; cabe recurso

Em outubro, Edenilson foi expulso de um jogo em SP após xingar o árbitro de Palmeiras x Inter - Reprodução/Premiere
Em outubro, Edenilson foi expulso de um jogo em SP após xingar o árbitro de Palmeiras x Inter Imagem: Reprodução/Premiere

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

22/11/2021 14h20

Em julgamento realizado hoje (22) pela Primeira Comissão Disciplinar do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Edenilson foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão diante do Palmeiras, na 27ª rodada do Brasileirão. Desta forma, ele vira desfalque do Internacional para o jogo desta quarta-feira (24) contra o Fluminense, no Maracanã. Cabe recurso na decisão, e neste caso o julgamento iria ao Pleno do tribunal.

Edenílson havia sido denunciado pela Procuradoria do STJD com base no artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por "ofender alguém em sua honra". O artigo prevê multa de até R$ 100 mil e punição de até seis partidas. No julgamento, no entanto, a defesa do Internacional alegou que os xingamentos ao árbitro Bráulio da Silva Machado "não configuram ofensa ao árbitro" e conseguiu desclassificar o caso para o artigo 258, menos específico.

No final, a pena ficou em dois jogos e sem multa. Como o atleta já cumpriu suspensão automática de uma partida, resta apenas uma a cumprir —justamente contra o Flu, às 21h30 (de Brasília) desta quarta (24), a não ser que o Inter entre com recurso no Pleno do STJD ou consiga um efeito suspensivo antes disso.

Relembre o caso

Há pouco mais de um mês, em jogo contra o Palmeiras no Allianz Parque, Edenilson recebeu o cartão vermelho direto após reclamar de um pênalti marcado para o adversário —Raphael Veiga fez o único gol do 1 a 0 na cobrança. Na súmula, o árbitro Bráulio da Silva Machado relatou que o jogador colorado o xingou. "Ladrão do c...! Vocês vieram aqui para nos roubar, cambada de ladrão", teria dito Edenílson.

Depois do ocorrido, o jogador chegou a se desculpar pelo comportamento. Nas redes sociais, reconheceu o erro e pediu desculpas ao árbitro e aos companheiros de clube. "No calor do momento, não concordei com a decisão e acabei reclamando acintosamente", admitiu na ocasião.

Internacional