PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Edu Dracena diz que foi "convocado" para o novo cargo no Santos e recebe "carta branca" do presidente

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

27/10/2021 16h43

Na tarde desta quarta-feira (27), Edu Dracena foi apresentado como novo executivo de futebol do Santos. Ao lado do presidente, o ex-jogador disse que foi convocado por Andres Rueda, que deu “carta branca” para ele trabalhar no Peixe.

Quer ficar por dentro de tudo sobre o Peixe? Então siga o Esporte News Mundo no TWITTERINSTAGRAM e FACEBOOK. E não se esqueça de se inscrever no nosso canal no YOUTUBE!

– Está sendo dado total carta branca. O Dracena é o nosso homem do futebol. Responsável pelo departamento de futebol de maneira geral. Ele pode trazer e demitir quem quiser, claro que dentro do nosso orçamento. Por isso, de uma maneira transparente, quando o Edu foi convocado, soube da nossa situação. Mas tenho certeza que irá conseguir adequar as necessidades do clube com nosso orçamento – explicou o presidente do Santos.

– Eu não fui convidado, fui convocado. Quando isso acontece, você não pode pular para trás. Quando recebi a convocação, serei sincero, não esperava, mas passado um momento, me veio na cabeça toda a história que eu vivi no Santos, quando cheguei em 2009. A minha vida sempre foi feita e pautada em desafio e esse vai ser mais um que eu vou superar. Estarei aqui de corpo e alma e fazer meu melhor, como sempre fiz pelos clubes onde joguei. É isso que podem esperar do Edu Dracena, muita transparência, honestidade, para que o Santos volte a ser protagonista, aquele time que todo mundo teme na Vila Belmiro. Com o presidente, a diretoria e o torcedor, faremos da Vila novamente um Alçapão – disse Edu Dracena.

– Foi uma abordagem tranquila, o presidente me passou uma confiança muito grande, que queria contar comigo para auxiliar da melhor maneira possível. Tenho uma gratidão muito grande pelo Santos. Me abriu as portas quando retornei da Turquia lesionado, e o Santos acreditou no meu potencial, acreditou em mim. Todo mundo sabe a história. Quando recebi o convite, no início, fiquei surpreso, porque eu estava empregado em outro clube. Mas quando você recebe um convite e uma convocação de um presidente, as coisas clareiam. Os desafios na minha vida sempre foram superados, e serão novamente – complementou posteriormente.

O novo “homem do futebol” do Santos falou que ainda analisará a situação da equipe com mais atenção, uma vez que foi contratado na última terça-feira.

– Claro que estamos chegando agora. A partir de hoje estou integrado a diretoria do Santos. A gente estará analisando tudo. Claro que quanto mais pessoas estiverem ao seu lado para ajudar e orientar, é sempre melhor. Cheguei hoje, nos próximos dias analisarei e tomaremos uma decisão – afirmou,

LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE O PEIXE:

+Escalação do Santos: Carille coloca Robson e Marcos Guilherme no time titular e tira Sánchez

+André Mazzuco deixa o Santos e deve ser substituído por Edu Dracena

+Carille diz que Santos perdeu por seus próprios erros e vê questão psicológica como principal fator

+Peixe tem apenas 35,7% de aproveitamento durante jejum de gols de Marinho

– Eu me preparei ao longo da minha vida. Claro que não tenho a experiência de um homem que só viveu sendo executivo de futebol. Eu vivi vestiário, a grama, a bola. Eu sei o que o jogador pensa. Mas é claro que não estou sozinho, terei uma equipe me auxiliando para em alguns pontos que eu não souber ou tiver dúvida me esclarecer. Aqui é um time. Não é o Edu Dracena ou o presidente, é o Santos. O Santos tem pessoas que fazem parte desse time. Eu quando parei de jogar foi ir para essa área. Quando parei de jogar futebol, meu pensamento sempre foi ir para essa área de executivo, nunca para treinador. Me preparei, fiz o curso da CBF Academy. Acredito que ninguém possa ter mais experiência do que eu tive jogando. Esse diálogo entre nós será importante para esclarecermos tudo – explicou.

Futebol