PUBLICIDADE
Topo

Futebol

João Lucas entra na Justiça contra Cruzeiro e afirma ter sofrido assédio moral

Esporte News Mundo (redacao@esportenewsmundo.com.br)

20/09/2021 14h04

Fora do Cruzeiro desde 2020, João Lucas acionou o clube na Justiça do Trabalho. O ex-lateral celeste cobra cerca de R$ 530 mil devido à verbas trabalhistas e assédio e dano moral. A informação é do GE.

Distribuída na última sexta-feira (11), a ação traz informações do período em que o atleta esteve treinando separado na Toca da Raposa, em setembro do ano passado. Segundo a sua defesa, em um determinado treino “até o café da manhã foi suprimido”. Além de João Lucas, jogadores como Judivan e Giovanni Palmieri estariam presentes na ocasião.

Leia também: Empates viram sina do Cruzeiro, que pode bater recorde na Série B

A cobrança do lateral por assédio e dano moral chega a R$ 153 mil. Devido a extensão, seu contrato com o Cruzeiro passou a ser válido até janeiro de 2021. No processo, ele afirma que não recebeu os valores de direito de imagem de agosto de 2020 até o fim de seu vínculo, no início deste ano. O 13º salário de 2020 e as verbas rescisórias também constam na lista de débitos não realizados.

Conversa anexada ao processo de João Lucas sobre café da manhã no Cruzeiro ? Foto: Reprodução
Em conversa anexada ao processo, João Lucas revela cobrança de jogadores por café da manhã no Cruzeiro (Foto: Reprodução)

A defesa de João Lucas afirma que no último mês de maio o Cruzeiro e o jogador assinaram um “Instrumento de Repactuação de Débitos”. No documento o clube se comprometeu a pagar o 13º salário líquido de 2020, as verbas rescisórias líquidas e o FGTS de setembro (27 dias) e dezembro (13º salário equivalente), assim como os direitos de imagem de agosto de 2020 à janeiro de 2021. O valor seria dividido em 24 parcelas de aproximadamente R$ 250 mil, mas João não recebeu nenhuma parcela até o momento.

Confira a divisão dos valores da cobrança:

  • R$ 36.948,17 por repactuação de débitos e multa de 2%
  • R$ 6.502 de FGTS
  • R$ 208.080 devido a direitos de imagem e multa de 2%
  • R$ 5.610,85 por a multa do artigo 467 da CLT
  • R$ 51.000 por multa do artigo 477 da CLT
  • R$ 153.000 por assédio moral
  • R$ 69.171,15 por honorários

Futebol