Topo

Esporte


Tite faz mistério sobre presença de Arthur como titular contra a Venezuela

17/06/2019 22h35

Salvador, 17 jun (EFE).- Apesar de escalar Arthur entre os titulares no treino desta segunda-feira em Salvador, o técnico Tite não quis confirmar qual será a equipe que entrará em campo para enfrentar a Venezuela amanhã, pela segunda rodada da Copa América.

Perguntado sobre a presença do volante, que se recuperou de uma forte pancada no joelho direito sofrida durante amistoso contra Honduras, Tite desconversou e preferiu fazer mistério sobre quem estará ao lado de Casemiro no miolo do campo.

"Os atletas já sabem quem vai jogar. Desde ontem", resumiu o comandante da seleção brasileira, argumentando que o mistério visa atrapalhar o trabalho do adversário.

Tite preferiu responder às insistentes perguntas dos jornalistas sobre a escalação de amanhã com uma avaliação das características que as diferentes opções trariam ao time. Em todas elas, no entanto, destacou que Philippe Coutinho terá sempre liberdade para criar.

"A gente tem versatilidade com os homens que compõem o meio de campo. Por exemplo, terminamos o jogo com a República Tcheca com Arthur e Allan. No último, com Fernandinho e Casemiro. E essas duplas formam composições diferentes. Às vezes possibilita maior liberdade para o Daniel Alves ou para o Richarlison ficar de segundo atacante. Uma coisa é certa: deixar sempre Coutinho com liberdade maior. Essa é a ideia", explicou.

O meia-atacante do Barcelona tem sido considerado como o protagonista da seleção após o corte de Neymar. Já na estreia, Coutinho fez dois dos gols do Brasil na vitória sobre a Bolívia por 3 a 0, no Morumbi.

"As expectativas geradas, claro que são naturais, mas temos que saber lidar com a pressão", indicou Tite.

O Brasil lidera o grupo A da Copa América, com dois pontos a mais que Peru e Venezuela, que empataram sem gols na Arena Grêmio, no sábado. A Bolívia é a lanterna da chave, ainda sem pontuar, e enfrenta os peruanos amanhã, no Maracanã.

Uma vitória sobre a Venezuela classificará o Brasil para as quartas de final do torneio. EFE

Mais Esporte