PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Love marca golaço, Corinthians vence nos pênaltis e avança na Sul-Americana

27/02/2019 23h52

Avellaneda (Argentina), 27 fev (EFE).- O Corinthians se tornou nesta quarta-feira o segundo brasileiro classificado para a segunda fase da Copa Sul-Americana ao vencer o Racing nos pênaltis por 5 a 4 no estádio El Cilindro, na cidade argentina de Avellaneda, depois de empate em 1 a 1 no tempo normal.

Cristaldo, ex-Palmeiras, colocou o time da casa em vantagem, mas Vagner Love, com um golaço de voleio deixou tudo igual, permitindo que o Timão buscasse a vaga nas penalidades e ainda se vingasse da eliminação para a equipe argentina nas oitavas de final em 2017. Na ocasião, também houve um 1 a 1 em São Paulo, e o 0 a 0 na Argentina favoreceu a 'Academia'.

O primeiro tempo foi de chances para os dois lados, mas quem abriu o placar foi o Racing. Aos 41 minutos do primeiro tempo, Neri Cardozo cruzou da direita, Cristaldo, ex-jogador do Palmeiras, subiu mais que Fagner e cabeceou no cantinho direito, sem qualquer chance para Cássio.

O empate poderia ter acontecido ainda antes do intervalo, aos 45. Sornoza cobrou falta com categoria, e o goleiro Arias fez linda defesa. Pedrinho ainda ficou com o rebote, mas, desequilibrado, bateu à esquerda do alvo.

O Timão voltou do intervalo com Vagner Love em lugar de Clayson, e a mudança de Fabio Carille surtiu efeito logo aos seis minutos da segunda etapa. Sornoza cobrou escanteio da esquerda, a defesa cortou apenas parcialmente e o 'Artilheiro do Amor' emendou de voleio para empatar.

O próprio Love poderia ter virado o jogo aos 14, mas desperdiçou ótima oportunidade. Pedrinho puxou o contra-ataque e deu de três dedos na direita para Gustavo, que adiantou e cruzou por baixo. Livre, Love errou a passada, mas ainda assim chutou buscando o canto esquerdo, mas Arias espalmou para fora.

O jogo ficou mais nervoso após o empate. O Corinthians foi mais ousado que no primeiro tempo, mas houve apenas uma chance mais clara para cada lado antes das penalidades. Aos 40 minutos, Fagner levantou, Gustavo subiu bem e tirou do goleiro de cabeça, mas Domínguez cortou antes que a bola entrasse. Aos 45, Zaracho ficou com a sobra dentro da área e teve tempo para dominar, mas pegou mal e mandou muito para cima.

Na disputa de pênaltis, brilhou a estrela de Cássio. O goleiro campeão continental e mundial em 2012 pegou as cobranças de Domínguez e Solari, esta última já nas alternadas, e ainda viu Cristaldo isolar sua cobrança.

O Corinthians eliminou o líder do Campeonato Argentino se juntou ao Botafogo na lista de brasileiros garantidos na segunda fase. Curiosamente, o Alvinegro carioca derrubou o Defensa y Justicia, segundo colocado da liga do país vizinho. Bahia, Chapecoense e Santos já deram adeus, enquanto o Fluminense ainda disputará o jogo de volta contra o Deportes Antofagasta, do Chile, após ter ficado no 0 a 0 na ida, no Maracanã.

Ficha técnica:.

Racing: Arias; Pillud, Domínguez, Schlegel e Soto; López, Solari, Cardozo (Zaracho) e Ojeda (Fernández); Ríos (Cvitanich) e Cristaldo. Técnico: Eduardo Coudet.

Corinthians: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Mateus Vital) e Sornoza; Pedrinho (Richard), Clayson (Vagner Love) e Gustavo. Técnico: Fabio Carille.

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia), auxiliado pelos compatriotas Alexander Guzman e Dionisio Ruiz.

Cartões amarelos: Schlegel (Racing); Henrique e Pedrinho (Corinthians).

Gols: Cristaldo (Racing); Vagner Love (Corinthians).

Pênaltis: Cvitanich, Fernández, Pillud e Soto converteram - Domínguez, Cristaldo e Solari erraram (Racing); Gustavo, Mateus Vital, Vagner Love, Richard e Fagner converteram - Sornoza e Danilo Avelar erraram (Corinthians).

Estádio: El Cilindro, em Avellaneda (Argentina). EFE

Esporte