PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jogos de Tóquio aumentam orçamento para cerimônias de abertura e encerramento

15/02/2019 14h09

Tóquio, 15 fev (EFE).- O comitê organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no ano que vem, anunciou nesta sexta-feira que aumentará o orçamento para as cerimônias de abertura e encerramento para 13 bilhões de ienes (R$ 440 milhões).

O aumento, de 43% em relação ao previsto inicialmente, foi aprovado durante uma reunião na capital japonesa entre os organizadores dos Jogos do ano que vem e se deve às despesas com a equipe artística contratada para os dois eventos, a logística e a tecnologia necessárias e a construção de uma plataforma para a pira olímpica.

O presidente do comitê organizador, Toshiro Muto, destacou em entrevista coletiva que o orçamento estará abaixo do custo que tiveram as cerimônias de abertura e fechamento de Londres 2012 (cerca de R$ 536 milhões, pela cotação atual) e a quantia prevista para Paris 2024 (de R$ 498 milhões).

A direção de arte das cerimônias será de Mansai Nomura, um renomado ator e produtor de kyogen (teatro cômico japonês) e intérprete cinematográfico.

A decisão de aumentar a despesa prevista para as quatro cerimônias - estão incluídas também as cerimônias de abertura e encerramento dos Jogos Paralímpicos - contrasta com os esforços feitos pela organização para cortar o custo total por recomendação do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A abertura dos Jogos de Tóquio acontecerá no dia 24 de julho de 2020, e o encerramento, em 9 de agosto. Já os Paralímpicos começarão oficialmente em 25 de agosto e terminarão em 6 de setembro.

A última versão do orçamento da organização para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, aprovada em dezembro, elevou a previsão de gastos a 1,35 trilhão de ienes (R$ 45,5 bilhões). EFE

Esporte