PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Tuchel afirma que é "super difícil" que Cavani jogue contra o United

10/02/2019 13h14

Paris, 10 fev (EFE).- O técnico do Paris Saint-Germain, Thomas Tuchel, disse neste domingo que é "super difícil" que o atacante Edinson Cavani consiga jogar na próxima terça-feira contra o Manchester United, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, após a lesão na coxa direita sofrida pelo uruguaio ontem.

"Não temos boas notícias para ele nesta manhã. Ainda faltam exames para fazer no nosso centro de treinamento, o clube se pronunciará mais tarde, mas, na minha opinião, as notícias não serão muito boas", disse Tuchel em entrevista à emissora "TF1".

O técnico alemão ainda não jogou a toalha de ter o artilheiro na partida decisiva pela 'Champions', mas ressaltou que a esperança de poder contar com Cavani é "muito pequena".

Cavani sentiu uma lesão na coxa direita ao cobrar o pênalti que garantiu a vitória do PSG sobre o Bordeaux ontem, pelo Campeonato Francês. Logo depois de bater na bola, o artilheiro colocou a mão na perna e se jogou no chão com muitas dores.

Por outro lado, Marco Verratti, que saiu do jogo ontem com dores no tornozelo esquerdo, está liberado para enfrentar o United.

A lesão é mais um golpe no setor ofensivo do PSG, que já não poderia contar com Neymar, também machucado, para o jogo. Tuchel disse estar preocupado com a falta de jogadores decisivos para a reta final da temporada.

"É absolutamente necessário contar com os jogadores-chave, com muita experiência", disse Tuchel. EFE

Esporte