PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Equipes de busca não têm esperança de encontrar atacante argentino com vida

23/01/2019 15h43

Londres, 23 jan (EFE).- As equipes que procuram o avião em que estava o atacante argentino Emiliano Sala já não esperam encontrá-lo com vida, afirmou nesta quarta-feira o chefe das buscas na área britânica do Canal da Mancha, John Fitzgerald, à rede "BBC".

O jogador, de 28 anos, e o piloto do pequeno avião iam de Nantes, na França, para Cardiff, no País de Gales, na noite de segunda-feira (hora local), quando houve a perda da comunicação.

"Nesta época do ano, as condições são horrorosas se você está na água. A pessoa mais em forma do mundo não sobreviveria", afirmou Fitzgerald.

Hoje, os serviços de resgate da ilha de Guernsey, localizada na parte britânica do Canal da Mancha, reiniciaram os trabalhos de busca na região, com a utilização de dois aviões.

As equipes de busca atuam com quatro hipóteses, de que o avião tenha aterrissado em algum lugar, e que os dois ocupantes não tenham feito contato; que houve pouso na água; que ambos tenham sido resgatados, sem ter dado notícias ainda; tenha havido aterrissagem na água e Sala e o piloto estejam em um bote; ou que a aeronave tenha caído na água. EFE

Esporte