PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Messi sai do banco e resolve, e líder Barça vence Leganés pelo Espanhol

20/01/2019 19h57

Barcelona, 20 jan (EFE).- A ideia de Ernesto Valverde era poupar Lionel Messi, mas o técnico precisou da ajuda do craque, que entrou em campo no segundo tempo e foi determinante para que o Barcelona vencesse o Leganés por 3 a 1 no estádio Camp Nou neste domingo e mantivesse a vantagem de cinco pontos na liderança do Campeonato Espanhol.

Sem Messi na formação inicial, o trio de ataque do Barça teve Philippe Coutinho, Dembélé e Luis Suárez. Como Rakitic também foi poupado, Arthur atuou mais adiantado, mas a equipe 'blaugrana' teve dificuldade na criação.

O jogo era amarrado, mas os donos da casa fizeram 1 a 0 e levaram certo alívio à torcida aos 31 minutos do primeiro tempo. Dembélé tabelou com Jordi Alba e chutou de primeira para superar o goleiro Cuéllar.

Pouco inspirado e num ritmo mais lento que o de costume, o Barça sofreu o empate aos 11 minutos da segunda etapa. En-Nesyri progrediu nas costas de Alba e cruzou para Braithwaite desviar para a rede e empatar.

Foi então que Valverde lançou mão de seu "super trunfo". Aos 18, Messi entrou em lugar do meio-campista Aleñá, e Rakitic substituiu Arthur. Sete minutos depois, o camisa 10 acertou um chute forte de fora da área, Suárez pegou o rebote e desempatou.

A colaboração do craque argentino para o triunfo não parou por aí. Aos 46, ele trocou passes com Alba, bateu de primeira de pé direito e marcou o terceiro.

O Barcelona, que em parte do jogo contou com o atacante Malcom, lidera o Campeonato Espanhol com 46 pontos, contra 41 do Atlético de Madrid, que ontem derrotou o Huesca por 3 a 0 como visitante. O Leganés é 14º colocado, com 22.

No Campo de Fútbol de Vallecas, Rayo Vallecano e Real Sociedad empataram em 2 a 0. O time anfitrião abriu 2 a 0, com gols de Coemsaña, aos 22 minutos da etapa inicial, e Embarba, aos 28.

A reação do time basco começou ainda antes do intervalo, aos 39, quando Héctor Moreno foi às redes. No segundo tempo, aos 37 minutos, Willian José deixou tudo igual.

Com o tropeço, que derrubou uma sequência de três vitórias, o Rayo continua abrindo a zona de rebaixamento, em 18º lugar, com 20 pontos. A Real Sociedad, subiu para a oitava posição, com 26, a cinco do Getafe, que fecha a zona de classificação para a próxima Liga Europa.

Em queda livre na tabela, o Valladolid chegou a cinco partidas sem vencer ao perder para o Levante por 2 a 0 na cidade de Valência, graças aos gols de Coke e Roger Martí. Com isso, os 'Albivioletas' estão em 15º lugar, com 22 pontos, enquanto os donos da casa aparecem em décimo, com 26. EFE

Esporte