PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Icardi, Eto'o e Figo participam de campanha da Inter contra o racismo

18/01/2019 15h54

Roma, 18 jan (EFE).- A Inter de Milão lançou nesta sexta-feira uma campanha na internet contra o racismo, uma resposta aos incidentes registrados em uma partida contra o Napoli, e que ganhou o apoio de estrelas como o artilheiro Mauro Icardi e dos ex-jogadores Luis Figo e Samuel Eto'o.

"Irmão Universalmente Unidos", nome dado à campanha, forma o acrônimo em inglês "BUU", uma referência às vaias racistas dos torcedores nos estádios italianos contra jogadores negros.

Desta forma, a equipe de Milão transformar o som negativo da vaia em um símbolo de irmandade e concordância do mundo do futebol.

A campanha foi lançada com um vídeo publicado nas redes sociais. Nele aparecem o capitão da Inter, Mauro Icardi, dois dos ídolos da equipe, Luis Figo e Samuel Eto'o, além do presidente do clube, Steven Zhang, e vice-presidente e ex-jogador Javier Zanetti.

Eles mostram no vídeo a sigla "BUU" escrita em camisas, bolas, e até em suas mãos, incentivando a torcida a espalhar a mensagem de unidade e a banir o racismo dos campos de futebol.

Zhang afirmou que a iniciativa é uma mudança do "negativo para positivo" e que a campanha quer ser uma "ferramenta poderosa contra toda forma de discriminação".

"O Campeonato Italiano deve promover valores positivos e inclusivos", destacou o presidente da Inter.

Pelos xingamentos dos torcedores "nerazzurri" ao zagueiro Kalidou Koulibaly, do Napoli, no último dia 26 de dezembro, a Inter acabou punida e terá que jogar duas partidas do Italiano de portões fechados no Estádio San Siro. EFE

Esporte